Menu
21 de novembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Campo Grande

Prefeitura sorteia lotes de 260 moradias

As obras estavam paradas há cerca de cinco anos e foram retomadas em abril, em uma parceria da Prefeitura de Campo Grande com o Governo do MS

12 Jul2019Da redação09h00

A Prefeitura Municipal de Campo Grande, por intermédio da Agência Municipal de Habitação (EMHA), realizou o sorteio dos lotes de 260 unidades habitacionais do Residencial Rui Pimentel I e II, localizado na Avenida Marajoara, Bairro Centro-Oeste. Formalizando mais uma etapa para a entrega dessas moradias sociais. Os beneficiários acompanharam de perto o sorteio, realizado na noite de ontem  (11), na Câmara Municipal de Campo Grande.

As obras estavam paradas há cerca de cinco anos e foram retomadas em abril de 2019, em uma parceria da Prefeitura de Campo Grande com o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul. O sorteio dos lotes busca dar mais transparência e celeridade ao processo de entrega das 260 moradias.

“Pra mim que tenho filhos pequenos vai ser muito bom, porque vou pagar uma casa que será minha. Viver de aluguel é muito difícil pra quem não tem condições. Eu sempre converso com minha família sobre como valeu a pena esperar e ter fé. Todo ano eu estava lá renovando meu cadastro, até que um dia pude ser contemplada”, relata com muita alegria Ana Caroline, de 32 anos.

Para o Porteiro Rafael Ramos Pereira, 25 anos, participar de todo o processo de entrega das unidades habitacionais é a realização de um sonho. “A gente sonha com isso há muito tempo, afinal, foram mais de cinco anos de espera. É um momento muito especial na nossa vida. Poder estar aqui e realizar o sonho da casa própria é maravilhoso. O processo de sorteio para designação dos lotes é muito importante pra  [IMG_2615 (Copy)] que as famílias acompanhem de perto aquilo que será delas”, disse.

O diretor-presidente da EMHA, Enéas Netto, falou sobre o processo realizado na noite desta quinta-feira, destacando a transparência que o sorteio dos lotes promove. “Foi um processo de seleção diferenciado do critério de sorteio em praça pública, porque aqui era atendimento do Minha Casa Minha Vida, ainda no ano de 2013, quando essas pessoas foram pré-selecionadas. Agora efetiva-se a transparência promovida pelo próprio Minha Casa Minha Vida. Eles participaram hoje da distribuição do sorteio dos lotes, garantindo de maneira transparente, o acesso a unidade habitacional para todos os aqui estão e foram contemplados”, finalizou.

Veja Também

Estado autoriza construção da sede do DOF em Dourados
Calor continua em Campo Grande
Motociclista será indenizado por queda em
Banco Central será mais cauteloso com juros depois do fim do ano
Prefeitura de Corumbá leiloa veículos e bens inservíveis
Uso inadequado de antibióticos aumenta resistência de bactérias
Homem é condenado por matar suposto amante de ex-namorada
Dourados inaugura Banco de Sementes Crioulas da Reserva Indígena
Sete em cada 10 brasileiros acreditam em fake news sobre vacinas
Carteira Digital de Trânsito agora avisa sobre vencimento de CNH