Menu
19 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Três Lagoas

Prefeitura retoma construção de creches que estavam paradas

Obras trarão quase R$ 4 milhoes do Governo Federal em parceria, e corriam o risco de serem canceladas

4 Fev2017Da redação15h17

A prefeitura Municipal de Três Lagoas, por meio da Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Trânsito, retomou as obras de construção das CEI’s (Centro de Educação Infantil) do Jardim das Flores e do Jardim das Acácias que estavam paradas desde agosto de 2016.

O valor de cada uma das obras é de R$ 1.910.619,12 (um milhão, novecentos e dez mil, seiscentos e dezenove reais e doze centavos) cedidos pela União. O município corria o risco de perder o convenio Federal, caso não providenciasse a implantação, que consiste na preparação do terreno.

A previsão é que na próxima semana seja entregue a contrapartida municipal e assim se permita o inicio das construções. Os centros devem funcionar a partir de 2018.

Adriano Kawahata, diretor de Infraestrutura, está otimista quanto ao prazo de conclusão. “Vamos pegar essas obras que estavam paradas por inércia e coloca-las em ordem para conclui-las dentro do prazo.”, apontou.

O Projeto Padrão Tipo 1, que é o caso das duas CEI’s, desenvolvido para o Programa Proinfância, tem capacidade de atendimento de até 396 crianças, em dois turnos (matutino e vespertino), e 188 crianças em período integral.

As escolas de educação infantil são destinadas a crianças na faixa etária de 0 a 5 anos e 11 meses, distribuídos da seguinte forma:

Creche - para crianças de 0 até 4 anos de idade, sendo:

Creche I – 0 até 11 meses
Creche II – 1 ano até 1 ano e 11 meses
Creche III – 2 anos até 3 anos e 11 meses
Pré-escola – para crianças de 4 até 5 anos e 11 meses

Veja Também

Internos concluem curso de Corte e Costura no interior
Governo Federal reconhece estado de emergência em 184 cidades
Ex-servidores do HU viram réus por desvio de dinheiro
Nova procuradora toma posse no MPT-MS
Mortos em acidente na BR são identificados
Falha em ônibus atingido por trem está sendo investigada
Projeto proíbe cobrança para religação de água e luz em caso de corte
TCU investigará se cobrança de bagagem barateou passagens aéreas
Ministério condena assédio de brasileiros a mulher na Rússia
Seminário discutirá correção monetária dos valores das modalidades licitatórias