Menu
18 de julho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Super Banner Campo Grande Expo
Campo Grande

Prefeitura recebe doação de aparelhos eletrônicos da Receita Federal

Objetos foram destinados para atender solicitação da agência de tecnologia do município

27 Jul2017Da redação19h52

A prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Agência Municipal de Tecnologia da Informação e Inovação (Agetec), recebeu aparelhos eletrônicos, telefones celulares, equipamentos de informática e dois veículos, todos doados pela Receita Federal.

Os objetos foram destinados para atender uma solicitação da agência de tecnologia do município, que visitou o órgão no começo do ano e demonstrou as principais carências da prefeitura nessa área. “A tecnologia é essencial para diversos trabalhos que auxiliam o cidadão na sua qualidade de vida. Por isso, a Receita Federal prioriza as doações para lugares onde os objetos serão usados para dar suporte à população”, explica a assistente do gabinete da Delegacia da Receita Federal em Campo Grande, Mara Lourdes Silveira Jara.

Recebidos os itens pela agência, alguns já foram destinados a outras secretarias. Para a Sectur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo) e para a Planurb (Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano) foram doados projetores de imagem. A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública) e a Semadur (Secretaria Municipal de Meio-ambiente e Gestão Urbana) receberam drones que irão auxiliar na vistoria e avaliação dos imóveis, bem como no sobrevoo a locais com possíveis focos de dengue.

A Diretoria Executiva de Comunicação recebeu um drone e aparelhos celulares, importantes para o desempenho das funções atreladas à pasta. Os carros passarão a auxiliar no suporte técnico que a agência de tecnologia oferece a todos os órgãos da prefeitura.

“A Prefeitura Municipal de Campo Grande é grata à Receita Federal, que no começo do ano prontamente nos recebeu através de seu superintendente, Dr. Edson Ishikawa. Ele entendeu as necessidades e não mediu esforços para nos auxiliar nesse momento em que as demandas tecnológicas crescem. Porém, as nossas prioridades passam pela necessidade de contenção de gastos e redução de despesas”, declarou o diretor-presidente da Agetec, Paulo Fernando Garcia Cardoso,.

As mercadorias doadas foram objeto de processos administrativos e judiciais, destinadas conforme previsão legal. As principais formas de destinação dessas mercadorias são doações a entidades de assistência social sem fins lucrativos, incorporação a órgãos públicos federais, estaduais e municipais, bem como a realização de leilões ou à destruição.

Veja Também