Campo Grande •25 de Fevereiro de 2018  • Ano 7
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Governo do Estado - Campanha Dengue

Da redação | Quarta, 11 de Outubro de 2017 - 14h11Prefeitura prepara dia especial para crianças de unidades de acolhimentoIniciativa “Criança: Para Viver e Ser Feliz” é uma extensão do Projeto “Sonho de Campeão”

(Foto: Divulgação)

Em comemoração ao Dia das Crianças, a Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Fundação Municipal de Esporte, e auxílio do Fundo de Apoio à Comunidade, preparou um dia especial às crianças das unidades de acolhimento. A iniciativa “Criança: Para Viver e Ser Feliz” é uma extensão do Projeto “Sonho de Campeão”, que oferece atividades recreativas todos os sábados no Centro Municipal de Treinamento Esportivo (Cemte).

As 41 crianças e adolescentes que estão em vulnerabilidade social e são assistidas pelas Unidades de Acolhimento Institucional II, III e IV participaram de diversas atividades esportivas, recreativas, aquáticas e gincanas. Tudo supervisionado e orientado pela equipe da Funesp.

Para o prefeito Marquinhos Trad o momento foi importante para mostrar às crianças que elas podem e devem ser protegidas. “Em toda a nossa gestão iremos fazer o possível para dar dias mais alegres a vocês e mostrar que há pessoas que querem cuidar e proteger”, afirmou.

A adolescente W.L, de 16 anos, aprovou a iniciativa. “Hoje o dia está sendo especial para nós. Estamos tendo varias recreações, estamos nos divertindo… Muita gente pensa que abrigo é algo ruim, mas nós somos uma família e um cuida do outro”, disse.

Já E.A.A, de 12 anos, diz ter gostado da iniciativa por ter sido um dia diferente dos demais. “É muito legal a gente poder vir brincar na piscina, se divertir, está bem legal”, concluiu.

Dia especial

Idealizado pela vice-prefeita Adriane Lopes, o Projeto “Criança: Para Viver e Ser Feliz” conta com diversos apoiadores que doaram desde os brinquedos entregues às crianças, as toalhas e roupas de banho, bem como as bolsinhas confeccionadas pelo CRAS Vila Nasser.

“Esse projeto é do coração. Nós quando pensamos nesse projeto pensamos como mãe, em dar a essas crianças o nosso amor. Essa oportunidade de estar aqui com elas comemorando com atividades, brincadeiras e dar dignidade, fazer que elas voltem a sonhar, a esquecer a tristeza dos momentos difíceis, de enxergar coisas novas”, contou Adriane Lopes.

Presidente do Comitê Gestor do FAC, Tatiana Trad contou que o projeto terá continuidade aos fins de semana. “As crianças dos abrigos vão ter acesso a esse poliesportivo, a piscina. Hoje elas ganharam roupas de banho, para poderem usar todas as vezes que vierem aqui. Para isso contamos com o apoio de empresário para os kits de natação, os presentes das crianças. É maravilhoso a gente poder contar com parceiros. Sozinho a gente sonha, mas com parceiros a gente une forças e se concretiza”, frisou.

O projeto

O diretor-presidente da Funesp, Rodrigo Terra, explicou que o dia de hoje é mais uma atividade que a Funesp está desenvolvendo em parceria com a SAS. “É uma atividade complementar ao Projeto Sonho de Campeão, onde todos os sábados das 8h30 às 10h30,  as crianças e adolescentes das unidades de acolhimento II, III e IV vão vir para cá e terão atividades variadas ligadas ao esporte e lazer”, explicou.

O secretário da SAS, José Mário Antunes, explicou que o momento também é para interação entre os abrigos. “Hoje eles estão desfrutando da piscina, brincadeiras e diversas atividades. Neste projeto eles vão sair dos abrigos e ter contato com outras crianças, com outras unidades, tendo uma interação entre todos”, finalizou.

A Unidade de Acolhimento Institucional

As Unidades de Acolhimento Institucional, subordinadas à Superintendência de Proteção Social Especial da Secretaria Municipal de Assistência Social, tem como finalidade oferecer acolhimento provisório e excepcional para crianças e adolescentes com faixas etárias de 0 a 18 anos incompletos, afastados do convívio familiar por meio de medida protetiva, que se encontram sob ameaça ou violação de direitos e que estão aguardando a reintegração em família de origem ou substituta, de forma a assegurar os seus direitos constitucionais.

A UAI – II destina-se às crianças de ambos os sexos, com faixa etária de 4 a 11 anos e 11 meses; A UAI – III, destina-se a adolescentes do sexo feminino, com faixa etária de 12 anos a 17 anos e 11meses; A UAI- IV, destina-se a adolescentes do sexo masculino, com faixa etária de 12 anos a 17 anos e 11 meses.

Veja Também
Papa diz que situação em Ghouta é
Governo realizará 1° leilão do ano, no dia 13 de março
Termina nesta semana prazo para inscrição do Projovem
Abertas inscrições para o XXIII Enapa em Bonito
Carreta da Justiça chega à comarca de Caracol na segunda-feira
Projeto suspende funcionamento de supermercados aos domingos
Domingo deve ser de tempo nublado na Capital
Deficientes poderão ter tempo extra na prova teórica para CNH
Projeto diferencia crime de espancamento de lesão corporal
Sucos e refrigerantes adoçados com açúcar poderão pagar mais impostos
Square notícias UCI 2018
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothShop
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2018 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento