Menu
2 de junho de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Campo Grande

Prefeitura já entregou 70% dos kits merenda para alunos do bolsa família

Mais de 14 escolas estão recebendo 2.823 kits, que estão sendo entregues no fim da tarde

27 Mar2020Da Redação14h50

A prefeitura da Capital já entregou mais de 70% dos kits merenda para os alunos da Rede Municipal de Ensino (Reme), cadastrados no Programa Bolsa Família, do Governo Federal. Nesta sexta-feira (27), mais 14 escolas estão recebendo 2.823 kits. As entregas estão sendo feitas até o final do dia e irão totalizar 14.140 kits entregues desde o início da semana, o que já soma 70,70% de um total de 20 mil kits merenda que beneficiarão os alunos cadastrados no Programa.

A escola municipal “Governador Harry Amorim Costa”, no bairro Guanandi, foi uma das que recebeu os kits na manhã desta sexta-feira. Na unidade, onde estudam 530 alunos, 102 alunos receberam o benefício.

Assim como ocorreu nas demais escolas que já receberam o kit, a entrega aconteceu de forma tranquila. A direção entrou em contato com as famílias logo após a chegada dos produtos. O espaço das entregas foi higienizado e os funcionários envolvidos na distribuição utilizaram máscaras e luvas além de orientarem os pais a lavarem a mãos e oferecer álcool em gel.

Após apresentarem os documentos, os pais eram encaminhados a uma sala para a retirada do kit. A maioria está seguindo as orientações de não levar crianças ou idosos para auxiliar na retirada do kit.

Reforço - Para os pais que aguardavam a entrega dos kits na escola Governador Harry Amorim Costa, o kit chegou em boa hora e vai reforçar as refeições do fim-de-semana. É o que vai acontecer na família da dona de casa Priscila Machado da Silva, mãe dos alunos Isabele e Breno, ambos do 5º ano. “Vai me ajudar muito porque estou desempregada e moro sozinha com meus filhos. Já consegui garantir a alimentação deste final de semana”, frisou.

A dona-de-casa teve direito a dois kits e calculou que, caso fosse comprar os produtos que compõem o kit, iria gastar pelo menos R$ 80,00.

Aliviada com o auxílio também estava a diarista Joana de Souza, que precisou parar de trabalhar devido a quarentena. Mãe de Davi, do 3º ano, ela disse que o arroz e o feijão irão reforçar a alimentação da família, além de gerar uma economia na renda. “O que eu gasto mais é com arroz e feijão, acho que iria gastar uns R$ 100,00 se precisasse ir ao mercado. Meu marido é pintor, mas está fazendo apenas bicos e esse kit vai ajudar muito”, disse.

Outras escolas como a “Elizio Ramirez Vieira”, “Imaculada Conceição” e “Rafaela Abrão” também receberam os kits nesta sexta-feira.

Cada Kit contém um pacote de arroz de cinco quilos, um pacote de feijão de um quilo, um pacote de um quilo de leite em pó, um pacote de 400 gramas de biscoito água e sal, um pacote de macarrão de 500 gramas, uma lata de extrato de tomate e uma lata grande de sardinha.

Veja Também