Menu
27 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Governo do Estado - Gestão por Competência
Campo Grande

Prefeitura fará estudo para revitalizar Feira Central

Feira foi reformada em 2006 mudando-se para a antiga Estação Ferroviária

14 Abr2017Da redação14h12

Com o apoio da prefeitura de Campo Grande, teve início ontem (13) à noite a 10ª edição do Festival do Peixe da Feira Central. Na abertura do evento, o prefeito Marquinhos Trad assinou um protocolo de intenções junto com o Iphan e o Sebrae, que prevê estudo para a revitalização desse local, que é um dos pontos turísticos mais visitados da capital do Mato Grosso do Sul. A feira foi totalmente reformada em outubro de 2006 mudando-se para a antiga Estação Ferroviária de Campo Grande.

Em seu discurso, o prefeito ressaltou a importância do espaço para a população. “Aprendi a frequentar a feira com a minha mãe, quando ela ainda funcionava na Padre João Crippa. A feira é definitivamente um local familiar. Esse espaço é nosso e de todos aqueles que amam a nossa cidade”.

A secretária Municipal de Cultura e Turismo (Sectur), Nilde Brun, explica que esse protocolo é o primeiro passo do processo de melhoria da feira central. “Estudo do Sebrae mostrou que esse espaço daqui a três ou quatro anos poderá sofrer decadência caso não haja uma melhoria na estrutura física, principalmente. A ideia é unir forças, a prefeitura juntamente com o Iphan e Sebrae, para restaurar o que for necessário visando melhor desempenho tanto dos empresários que dependem da feira como um melhor acolhimento daqueles que vêm para a feira central”.

A presidente da Associação da Feira Central e Turística de Campo Grande – Afecetur, Alvira Appel, comemorou a novidade. “Essa revitalização vai atender a altura uma exigência qualificada dos nossos clientes”.

O 10º Festival do Peixe da Feira Central vai até domingo (16) com diversas atrações. A prefeitura participa com espaço onde está montado dois aquários e uma equipe de monitores que falarão sobre a piscicultura, sua importância, comercialização, produção, viabilidade e instalações.  Também estarão presentes o IBAMA e a Polícia Militar Ambiental (PMA).

Nesta sexta (14), a feira abriu às 12 horas. A maioria das barraquinhas vão apresentar pratos diversos feitos à base de peixe, além das comidas tradicionais já vendidas no local.

Veja Também

Vítima de acidente, engenheira morre em hospital
Prefeitura da Capital afirma ter suprido déficit de medicamentos
23° Encontro de Estudantes de Relações Internacionais será na Capital
Vereadora solicita construção de UBS para bairros da Capital
Usina indenizará vítima de atropelamento em rodovia
Câmeras flagraram atropelamento fatal
Vacinação contra gripe na Praça Ary Coelho
Vereador apresenta projeto a supermercados para reaproveitar alimentos
TJ permite que candidata continue em concurso para escrivã de Polícia
População retira kit gratuito para sinal digital