Menu
26 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Governo do Estado - Gestão por Competência
Oportunidade

Prefeitura da Capital promove ações de atendimento ao consumidor

Ação acontece na Praça Ary Coelho, nos dias 13, 14 e 15

13 Mar2017Da redação14h17

Começam nesta segunda-feira, dia 13, ações de atendimento ao consumidor, em comemoração à Semana do Consumidor. Onde empresas estarão oferecendo condições de negociação aos consumidores. Os atendimentos acontecem na Praça Ary Coelho, a partir das 12 horas e vão até quarta-feira, dia 15.

Ação é uma parceria da Prefeitura de Campo Grande, por meio da Subsecretaria de Defesa do Consumidor, e em parceria com a Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS).

Serviços de negociação de dívidas e soluções de problemas de consumo serão oferecidos pelas empresas parceiras: concessionárias Águas Guariroba e Energisa, operadoras NET, Claro, Telefônica/Vivo, Oi e TIM e instituições bancárias Bradesco, Santander, Banco do Brasil e Itaú-Unibanco.

O subsecretário de Defesa do Consumidor, Valdir Custódio, afirma que “Esta á uma oportunidade para o consumidor ser atendido com comodidade e efetividade. E tem em vista o alto grau de resolutividade das demandas apresentadas neste tipo de ação, é muito importante o consumidor aproveitar o momento e solucionar de vez seus problemas com as empresas parceiras”.

Nesta segunda-feira a ação na Praça Ary Coelho começa às 12 horas e vai até às 16h30. Na terça e na quarta-feira, o atendimento será das 8 às 16h30.

Veja Também

Trecho duplicado da Euler de Azevedo recebe iluminação
Sem-terra fecham rua no Centro da Capital
Isenção em concursos a quem prestou serviço eleitoral é aprovada
Aprovada destinação de 30% das multas de trânsito para a saúde
Comissão aprova bloqueio de bens de investigado por improbidade
Programa Povo das Águas atende moradores da região do Taquari
Escola da Capital é a 1ª com energia 100% solar
Festa dos Trabalhadores deve reunir 40 mil pessoas
Réu é condenado a 15 anos de reclusão por morte de advogado
Balanças de farmácia de manipulação reprovadas pelo Inmetro