Menu
21 de maio de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega banner ALMS - AUDIÊNCIA PÚBLICA
Em Campo Grande

Prefeitura convoca médicos para reforçar atendimento nas unidades 24 horas

Edital de convocação foi publicado na edição desta quarta-feira (30) do Diário Oficial do Município

31 Ago2017Da redação08h47

A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), está convocando mais médicos plantonistas para reforçar o atendimento nas Unidades de Pronto Atendimento (UPASs) e Centros Regional de Saúde (CRSs) que funcionam em regime 24 horas. O edital de convocação foi publicado na edição desta quarta-feira (30) do Diário Oficial do Município (Diogrande).

Conforme a publicação, estão sendo convocados dez médicos plantonistas clínico-geral com vínculo de 24 horas semanais, o que dá uma flexibilidade maior no horário de atendimento.

Segundo o coordenador de urgência e emergência da Sesau, Yama Higa, tais profissionais irão reforçar o atendimento diário das seis UPAs e quatro CRSs e também contribuir na composição de escalas através dos chamados plantões eventuais

Os médicos convocados devem se apresentar na Superintendência de Gestão do Trabalho e Educação desta Secretaria Municipal de Saúde, situada a Rua Bahia, n. 280 – Centro.

Reforço

Desde o inicio do ano até agora, a prefeitura já convocou 428 médicos, além de enfermeiros, técnicos de enfermagem, farmacêuticos, psicólogos, entre outros profissionais da área da Saúde.

Veja Também

Rodovia que 'esfarelou' fica pronta em agosto
Simted suspende greve que iniciou na sexta-feira, dia 18
Dourados receberá Caravana da Saúde Indígena em junho
Campanha de Vacinação já imunizou 129 mil pessoas, diz prefeitura
Projeto estabelece o rastreamento precoce de doenças
Programa Universitário Cidadão tem início em Três Lagoas
Defesa Civil do Estado avalia impactos da cheia do Pantanal
Câmara conclui votação da regulamentação da profissão de físico
EUA acusam aliado de Maduro de narcotráfico e impõem sanções
Projeto endurece pena para homicídio contra população LGBT