Menu
21 de maio de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega banner FIEMS - Mês da Industria
Campo Grande

Prefeitura adianta verba à Santa Casa para encerrar greve de funcionários

Marquinhos Trad autorizou em caráter excepcional repasse de R$ 10 milhões ao hospital

9 Fev2017Da redação13h00

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, autorizou um adiantamento, em caráter excepcional, de R$ 10 milhões para a Santa Casa de Campo Grande. A prefeitura ainda não recebeu o valor repassado pelo Governo Federal e está em dia com as obrigações, mas , sensível a situação dos funcionários, fará o adiantamento para acabar com a greve .

O secretário de Saúde, Marcelo Vilela, explica que o repasse depende de verba do Governo Federal, que chega ao município entre os dias 10 e 15 de cada mês. Quando o dinheiro cai na conta, a prefeitura tem mais 48 horas para o trâmite bancário, até que transfira para a Santa Casa a parcela do Teto da Média e Alta Complexidade. Esta fórmula é a mesma utilizada com todos os outros prestadores de serviço, que também precisam aguardar a data certa para recebimento.

A gestão passada deixou dívidas com o hospital no ano passado e a questão acabou indo para a Justiça. No dia 12 de janeiro de 2017 o prefeito regularizou a dívida, fazendo repasse de R$ 18 milhões referente ao mês de dezembro, que estava atrasado.

A prefeitura fez um acordo com a Santa Casa para pagar os R$ 3,250 milhões restantes do mês de novembro. A partir desta data o prefeito Marquinhos Trad discutirá um novo contrato com a Santa Casa, para prestação de serviço por mais um ano.

É importante pontuar que a prefeitura não é responsável pelo não cumprimento dos compromissos da Santa Casa com seus servidores.

Veja Também