Campo Grande •26 de Setembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Rota das Estações - Primavera

Da redação | Quarta, 15 de Março de 2017 - 14h19Prefeito pede a ministro recursos para reformar quatro parquesMarquinhos Trad solicitou R$ 3 milhões para obras em parques

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Campo Grande)

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, solicitou R$ 3 milhões para reforma de quatro parques de Campo Grande. Ele fez o pedido durante reunião com o ministro dos Esportes, Leonardo Carneiro Monteiro Picciani, nesta terça-feira (14), em Brasília-DF.

A comitiva, composta pelo prefeito, presidente da Câmara, João Rocha, senador Pedro Chaves, secretário de Governo, Antônio Lacerda, diretor-presidente da Fundação Municipal de Esporte, Rodrigo Terra,  e a coordenadora de projetos, Catiana Sabadin, solicitou autorização para apresentar projeto de reforma dos parques Ayrton Senna, Jacques da Luz, Sóter e Tarsila do Amaral.

“Foi uma agenda muito positiva. Agora, vamos elaborar os projetos para garantir este recurso, que é muito importante para Campo Grande. Muitas vezes temos uma semana tribulada e queremos fazer uma atividade, ver amigos e se divertir em um ambiente saudável. Esse recurso garantirá a reforma destas praças, frequentadas por boa parte dos campo-grandenses”, declarou o prefeito.

O presidente da Funesp, Rodrigo Terra, se empenhará agora na formulação do projeto para garantir o recurso. “Solicitamos a liberação para cadastrar o CPJ da prefeitura no programa, para protocolar o projeto.  O ministro já autorizou. Agora, apresentamos o projeto e aguardamos a aprovação e liberação do recurso”, explicou. A intenção  é implementar o programa: “Esporte e Grandes Eventos”, que prevê a implantação e modernização da infraestrutura para o esporte educacional, recreativo e de lazer.

O prefeito também solicitou um realinhamento de preços de um projeto de 2011, para construção de uma pista de atletismo no Parque Ayrton Senna. O projeto está orçado em R$ 6 milhões, mas após seis anos, com a atualização, calcula-se que seja necessário R$ 9 milhões.

Marquinhos e a comitiva ainda pediram revisão da contrapartida, defendendo o que é aplicado pela legislação: em torno de 8%. Hoje, no projeto aprovado, a prefeitura precisaria pagar 43% do valor total. “O ministro foi super sensível a questão e disse que não medirá esforços para mudar o projeto. Me colocou em contato com um técnico do ministério para verificar a possibilidade disso acontecer”, contou Rodrigo Terra.

Por fim, o prefeito , secretários, vereador e senador convidaram o ministro para um grande evento que acontecerá em Campo Grande no dia 8 de maio, quando serão discutidas políticas públicas para o esporte e lazer na Capital.

Após o evento, o prefeito vai nomear uma comissão de membros da sociedade para preparar o documento que vai virar lei, a ser enviada para Câmara de Campo Grande, com a criação do conselho, plano e sistema municipal de esporte, bem como a retomada do Fundo Municipal de Esporte.

Veja Também
Gaeco cumpre mandados em SP e Campo Grande
Com nova grade, Uems passa a ter curso de Engenharia Ambiental e Sanitária em 2018
Terça, 26 de Setembro de 2017 - 07h16Previsão de chuvas para a tarde Expectativa é que ocorram chuvas isoladas em Campo Grande
Univesidades promove conscientização sobre o suicídio nesta terça-feira
Prevenção e erradicação do trabalho infantil são tema de seminário
Ex-gerente da Petrobras é condenado a mais de 15 anos de prisão
Carreta da Justiça atende comarca de Paraíso das Águas de 2 a 5 de outubro
Como proteger as crianças de acidentes domésticos
Horário de verão começa no do dia 15 de outubro
Em Dourados, mais um acesso à BR-163 é reaberto
Square Noticias UCDB
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
Rec banner - Patio central
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento