Menu
21 de outubro de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner CCR-MS Via
Tecnologia

População de MS receberá alertas de desastres naturais por SMS

MS e mais dois estados brasileiros passam a dispor do serviço, que é gratuito

12 Jan2018Agência Brasil14h30

Os estados de Mato Grosso do Sul, Goiás e Minas Gerais passam a receber, nesta segunda-feira (15), avisos por SMS em caso de desastres naturais. É a quarta fase de implantação do serviço, que já está em pleno funcionamento nos estados do Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Rio Grande do Sul. O Serviço de Alertas por SMS é coordenado pelo Ministério da Integração, em parceria com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e operadoras de telefonia móvel. É gratuito e tem como objetivo orientar a população quanto aos procedimentos a serem adotados diante do risco de inundações, alagamentos, temporais ou deslizamentos de terra, entre outras ocorrências.

É um serviço inédito no Brasil. “Temos buscado tecnologias que permitam à população estar informada de forma preventiva”, destacou o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, na ocasião do implantação da terceira fase do sistema. “Com a informação, com a tecnologia, podemos poupar vidas e diminuir todos os impactos dos desastres naturais que acontecem pelo Brasil”. Desde o lançamento, em fevereiro de 2017, foram enviadas 19.387 mensagens de alertas, informando comunidades sobre o risco de desastres. Nos seis estados onde o serviço está ativo, já são 1,8 milhão de celulares cadastrados.

“A população recebe a mensagem informando o que irá acontecer e quais ações ela deve tomar a fim de evitar que as pessoas sejam atingidas por esses desastres”, informa Élcio Barbosa, diretor do Cenad, Centro de Gerenciamento de Riscos e Desastres da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), do Ministério da Integração. Ele salienta, ainda, a importância da participação popular junto à Defesa Civil da sua cidade, justamente para conhecer quais medidas devem ser adotadas diante do recebimento de um alerta dessa natureza.

Serviço - A mensagem de cadastro começa a ser enviada a partir do dia 15 de janeiro, para todos os telefones celulares ativos nos três estados: “Defesa Civil Nacional informa: novo serviço de envio de SMS gratuito com alertas de área de riscos. Para se cadastrar responda para 40199 com CEP de interesse”. Ao responder indicando o CEP, o celular do usuário já está apto para receber alertas da Defesa Civil. É permitido cadastrar mais de um CEP.

Os alertas serão produzidos e enviados pelo Cenad, em parceria com os órgãos de Defesa Civil de estados e municípios, assim que forem identificadas situações de riscos que possam acarretar desastres naturais. A qualquer momento, se o usuário desejar, também é possível cancelar o serviço por mensagem de texto.

“Se o morador, eventualmente, não receber o SMS, ele mesmo pode enviar o CEP para o 40199, por mensagem gratuita, e solicitar sua adesão. A partir daí receberá as informações da Defesa Civil”, explicou o ministro Helder Barbalho. “Com o sistema consolidado, seguiremos avançando para que até o mês de março todos os estados do Brasil estejam disponibilizando o serviço, a fim de evitar vítimas, danos e, de um modo geral, diminuir os efeitos dos desastres naturais no Brasil”.

Mais estados - O secretário adjunto da Defesa Civil do Estado de Santa Catarina, Fabiano Sousa, defende que o sistema de notificação de emergência via SMS, pelo celular, muda a maneira de trabalhar alertas de desastres no Brasil. O primeiro SMS do sistema foi enviado para cerca de 400 moradores do município de Ponte Serrada, em Santa Catarina, ainda na fase piloto. “A informação chega diretamente para a população”, comenta.

Os alertas foram testados durante seis meses em 25 cidades de Santa Catarina e Paraná, atendendo a mais de meio milhão de usuários de telefonia móvel. Em fevereiro, o Distrito Federal, o Mato Grosso e o Tocantins também passam a receber os avisos. A expectativa é que até março de 2018 todos os estados brasileiros estejam contemplados.

Veja Também

Ação pela Paz terá serviços gratuitos na praça Belmar Fidalgo
Três Lagoas promete maior rigor contra descarte irregular de lixo
UFMS faz campanha divertida pela preservação de livros
Samu de Dourados alerta para ‘fake news’ sobre emprego
Corumbá oferece 150 exames de mamografia para livre demanda até dia 31
UFGD repudia símbolo nazista em cartaz da universidade
Alunos da Reme premiados em concurso de educação ambiental
Cartilha do Jovem Cinsumidor ganha 2ª edição
Anvisa aprova novos tratamentos contra o câncer
Estudo relaciona 12% das mortes por câncer de mama ao sedentarismo