Menu
25 de abril de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Super Banner SEGOV - VALE UNIVERDADE
Proposta

Prefeito tem 15 dias para avaliar Plano Diretor

Após aprovação, Câmara faz entrega oficial da proposta para Marquinhos Trad

10 Nov2018Da redação13h20

 A Prefeitura terá 15 dias úteis para dar um parecer sobre a proposta entregue. Caso haja alterações, o Plavo volta para a Câmara, onde passa por nova análise. “Se voltar para a Câmara, é porque teve vetos. Se entendermos procedentes, manteremos o veto, ou não. Isso é um rito, é natural”, esclareceu. Os vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande oficializaram, nesta sexta-feira (09), a entrega oficial do PDDUA (Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano Ambiental de Campo Grande) ao prefeito da Capital, Marquinhos Trad. A proposta, aprovada com 156 emendas no último dia 1º, foi amplamente discutida em audiências e reuniões durante o ano.

Trad recebeu o projeto em mãos, das mãos do presidente da Câmara, vereador Prof. João Rocha, reforçou que as emendas apresentadas enriqueceram o projeto elaborado pelo Executivo.“São 156 emendas que enriqueceram o Plano, que deram valor ao documento nas áreas de habitação, saúde, educação, segurança pública, mobilidade urbana e outras. O Plano é elaborado para a área urbana e rural de nossa cidade e foi feito em conjunto com os técnicos da Câmara e da Prefeitura. Creio que entregamos uma ferramenta bastante enxuta e com musculatura”, afirmou.

A proposta  trata das normas para expansão e organização da cidade para os próximos 30 anos, no que se refere ao meio ambiente, urbanismo, sustentabilidade e uso e ocupação do solo. Foram realizadas 69 reuniões públicas em 69 bairros ouvindo 908 pessoas, além de consultas pela internet e aplicação de formulários. Ainda, foram promovidas 12 audiências públicas com 683 participantes, reuniões com instituições e ampla discussão no Conselho Municipal de Urbanização. 

Ainda, a Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final promoveu audiências públicas para debater todos os tópicos abrangidos pelo Plano Diretor. Discutiu-se meio ambiente, habitação, mobilidade urbana, patrimônio cultura, transporte coletivo, sustentabilidade, e também as alterações sugeridas pelo Ministério Público no que concerne a planejamento urbano, meio ambiente e formas de tornar a cidade mais homogênea em relação a desenvolvimento. 

 

Veja Também

Tabela do frete é reajustada em 4,13%
Bairro sem estrutura sofre em dia chuvoso
Previsão para Capital é pancadas de chuva até domingo
Proposta amplia atendimento preferencial nas agências bancárias
Após denúncia via WhatsApp, Procon deflagra fiscalização
Bolsonaro extingue horário de verão
Confira escala médica das UPAs e CRSs nesta quinta-feira
Ação cumpre mandados em Dourados contra retenção de cartões de indígenas
Clima Muito sol e sem chuva Temperatura pode chegar aos 33°C
Cassems realiza ação gratuita de combate à hipertensão arterial nesta sexta