Campo Grande •27 de Março de 2017  • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Da redação | Sexta, 28 de Outubro de 2016 - 11h09Operação ‘Dia de Finados’ combate à pesca predatória e tráfico de papagaiosCrime de tráfico de animais silvestres receberá atenção especial, pois trata-se de período crítico

Quatro equipes da sede (Campo Grande) estarão itinerantes, fiscalizando todos os tipos de crimes e infrações ambientais.
Quatro equipes da sede (Campo Grande) estarão itinerantes, fiscalizando todos os tipos de crimes e infrações ambientais. (Foto: Divulgação)

Devido ao próximo feriado prolongado, que aumenta significativamente o número de pessoas presentes nos rios nos últimos dias de pesca aberta, a PMA começou nesta quinta (27) a “Operação Dia de Finados”, envolvendo 362 policiais. A exemplo da Operação Padroeira do Brasil, ocorrida no último feriado, todo o efetivo administrativo será utilizado na operação que se encerra em 3 de novembro.

No mês de outubro é comum ocorrer o aumento do número de turistas de outros estados e a própria população do Estado nos rios praticando pesca, especialmente em feriados. O aumento dos pescadores não se dá somente por ser o último mês de pesca, mas porque os cardumes já começaram a se formar para a piracema e a captura é mais fácil. Em virtude da situação, é comum a Polícia Militar Ambiental manter o patrulhamento reforçado, com a finalidade de se prevenir a pesca predatória e, desde o dia 1º de outubro, realiza a operação pré-piracema.

Repressão ao Tráfico de Papagaios 

Durante a operação será dada atenção especial ao crime de tráfico de animais silvestres, em virtude deste período crítico relativo ao tráfico de papagaios. De setembro a dezembro é o período de reprodução do papagaio que é a espécie mais traficada no Estado.

A PMA realiza no período trabalhos preventivos nas propriedades rurais, por meio de informação da legislação e Educação Ambiental, visto que o modus operandi principal dos traficantes é de aliciamento dos sitiantes e funcionários de propriedades rurais, para que retirem os animais e os avisem para compra. Muitas pessoas fazem isto, às vezes, sem saber que estão cometendo crime ambiental.

A região mais problemática  é a situada nos municípios de Jateí, Batayporã, Bataguassu, Ivinhema, Novo Horizonte do Sul, Anaurilândia, Santa Rita do Pardo, Nova Andradina e Brasilândia, além de Naviraí e Mundo Novo.

As subunidades da PMA que cobrem estas áreas estarão monitorando o movimento dos traficantes. Em princípio, para evitar que as aves sejam retiradas e, para reprimir prendendo os elementos, quando não é possível evitar a retirada dos animais.

Outros crimes ambientais serão combatidos e prevenidos, tais como: desmatamento e carvoarias irregulares, com visitas às propriedades rurais, transporte ilegal de produtos perigosos, além de combate a todos os crimes contra a fauna e flora.

Quatro equipes da sede (Campo Grande) estarão itinerantes, fiscalizando todos os tipos de crimes e infrações ambientais, em contato com as equipes de rios, para a movimentação de presos e materiais para as delegacias, caso aconteçam prisões em flagrante. Efetivo da sede e de outras subunidades será deslocado para a área crítica do tráfico de papagaio.

Os comandantes das 25 subunidades empregarão todo o efetivo no trabalho de fiscalização em suas respectivas áreas de atuação.

Operação Passada

Durante a operação Dia de Finados de 2015 foram autuadas 24 pessoas por crimes e infrações ambientais, sendo 19 presas por pesca predatória e uma por falta de licença de pesca, o que não é crime. Duas pessoas autuadas por exploração irregular de madeira, uma por degradar matas ciliares ao construir represa ilegalmente e uma por funcionar atividade avícola ilegalmente.

Veja Também
Prefeito atendimento da UPA Vila Almeirada neste domingo
Domingo, 26 de Março de 2017 - 16h20Trump culpa radicais republicanos por fracasso de reforma da saúde Proposta dos republicanos também retirava recursos da Planned Parenthood
Domingo, 26 de Março de 2017 - 15h43Indígenas venezuelanos em Manaus voltarão a seu país de origem em abril Ônibus vão levar os indígenas venezuelanos até o município roraimaense de Pacaraima
Rede Solidária já atende 420 crianças e qualifica 185 pessoas no Jardim Noroeste em 30 dias
Domingo, 26 de Março de 2017 - 14h59Rede de Saberes promove I Seminário de Mulheres Indígenas em MS Evento é aberto para mulheres indígenas e não indígenas
Domingo, 26 de Março de 2017 - 14h30Mostra apresenta bordados de artesãs de Minas Gerais Seedif dará início a uma caravana para atender artesãos de regiões mineiras
Domingo, 26 de Março de 2017 - 14h06Prazo para declaração de equídeos termina no dia 31 de março atualização do cadastro de animais é importante também para o desenvolvimento de estratégias sanitárias
Domingo, 26 de Março de 2017 - 13h47Curso gratuito de documentário vai produzir obras para comemorar os 40 anos de MS Teoria será apresentada a potencialidade dos chamados “materiais de arquivo”
Uems e UFGD abrem exposição fotográfica
Domingo, 26 de Março de 2017 - 11h38Ministra britânica pede acesso ao Whatsapp para combater terrorismo Ministra considerou como "inaceitável" serviço de mensagem que ofereça um sistema criptografado
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - cirurgia.net
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento