Menu
22 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Crime Ambiental

PMA prende infrator transportando tatus abatidos e petrecho proibido de pesca

Infrator foi encaminhado juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil de Iguatemi e responderá por crime ambiental

24 Out2016Da redação17h53

Policiais Militares Ambientais de Naviraí realizavam fiscalização ontem (23), na zona rural do município de Iguatemi e prenderam um homem de 55 anos, que transportava em um veículo Fiat uno, dois animais silvestres da espécie tatu-peba abatidos.

O infrator afirmou aos policiais que ganhara os bichos, porém, negou-se a informar a pessoa doadora. No veículo também foi encontrada uma tarrafa, que se trata de petrecho proibido para a pesca. Os animais, a tarrafa e o veículo foram apreendidos.

O infrator, residente em Eldorado, foi encaminhado, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil de Iguatemi e responderá por crime ambiental de transporte de produto da caça proibida.  A pena para o crime é de seis meses a um ano de detenção.

A PMA aplicou multa de R$ 1.000,00 por infração administrativa contra o autuado.

Veja Também

Clima Alerta para umidade do ar em queda Temperatura em elevação poderá atingir a marca de 32°
Ação prende condutor embriagado e autua 154
Ministério da Educação e FNDE fazem pesquisa sobre transporte escolar
Ministério Público investiga falhas em Hospital de Sonora
Comissão aprova crime de importunação sexual no Código Penal
Aprovado projeto que dobra gratificação de secretários de escola
Aeronaves do Estado são vistoriadas pelo MPE
Telemarketing pedirá ajuda para Cotolengo
MPE se posiciona sobre acidente entre ônibus e trem
Prefeitura de Corumbá anuncia expediente especial nos dias de jogos do Brasil