Menu
21 de janeiro de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Miranda

PMA de Miranda surpreende homem pescando no rio Miranda

Apreensão de um barco, motor de popa e pescado foi realizada devido ao período da piracema, onde a pesca é proibida

15 Jan2020Da redação14h52

Policiais Militares Ambientais de Miranda realizavam fiscalização preventiva, na operação piracema no rio Miranda, na intenção de monitorar cardumes e prevenir a pesca predatória, quando nas proximidades da ponte de concreto da BR 262 na altura do Km 574, na região do povoado de salobra hoje (15) pela manhã, avistaram uma embarcação onde estava um homem, que de longe avistou a fiscalização, ancorou à margem do rio e correu para mata. Apesar da busca, o homem não foi encontrado.

Na embarcação foram encontrados diversos exemplares de pescados frescos da espécie Pacu sem as vísceras. Foram apreendidos: um barco, um motor de popa, dois remos de alumínio, um tanque de combustível e 10 exemplares de pescados da espécie Pacu, pesando 18 kg, que além de terem sido capturados no período proibido, vários exemplares ainda se apresentavam em tamanho inferior ao permitido por Lei.

O material apreendido foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Miranda, que investigará a autoria do crime. Com a identificação existente na embarcação e os registros do motor de popa, a PMA tentará identificar o pescador. Se identificado, ele responderá por crime ambiental de pesca predatória. A pena para este crime é de um a três anos de detenção. Há também previsão de multa administrativa de R$ 700,00 a R$ 100.000,00.

Equipes continuarão se revezando em fiscalização preventiva, fundamental para evitar a depredação dos cardumes, especialmente com uso desses tipos de petrechos ilegais que possuem alto poder de captura, neste período crítico de piracema. Esse trabalho é importante, mesmo que em algumas vezes os infratores consigam fugir, pois em princípio, inibem que alguns vão pescar no período de defeso, e também, para retirar petrechos ilegais que são verdadeiras armadilhas de depredação dos cardumes.

Aliás, como não foram encontrados petrechos de pesca na embarcação, a equipe da PMA suspeita que o infrator havia retirado os peixes de petrechos ilegais que armara no rio.

Veja Também

Carnaval 2020 Em Campo Grande, Azul vai operar 18 voos extras durante o carnaval Companhia realizará ligações inéditas da capital sul-mato-grossense para Londrina, Maringá, Presidente Prudente e São José do...
Prefeitura realiza 1ª edição do
Inseticida para combate a dengue chega a MS
Cinco municípios recebem atendimento com o Cassems Itinerante nesta semana
Procon Municipal fiscaliza atendimento de pessoas com Transtorno Espectro Autista
Tarifa volta a custar R$ 4,10
Placa Mercosul passa a valer dia 3 de fevereiro
Homem é esfaqueado no tórax e rosto durante briga com familiares
Brasileiro que fugiu de presídio do Paraguai é recapturado
Irmãs siamesas morrem após 17 dias de nascimento