Menu
21 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Crime Ambiental

PMA autua assentado em R$ 1,7 mil por armazenar 52 kg de pescado ilegal

Infrator alegou que comprara os peixes de um ribeirinho e que não comercializa pescado na região

29 Set2016Da redação, (em parceria com PMA)14h12

Policiais Militares Ambientais de Naviraí averiguaram denúncia de venda de pescado ilegal no assentamento Santa Rosa, município de Itaquiraí. Durante vistoria ontem (28) no final da tarde no local da denúncia, uma residência em um lote do assentamento, os policiais encontraram peixes congelados das espécies, curimbatá, pacu e outras espécies e filé de armal, sendo vários exemplares abaixo dos tamanhos mínimos permitidos por lei.

Além disso, o pescado também apresentava sinais de captura por redes, petrecho de pesca de utilização proibida. O infrator (34) alegou que comprara os peixes de um ribeirinho e que não comercializa pescado na região. 52 kg de pescado e um frízer foram apreendidos.

O assentado foi autuado administrativamente e multado em R$ 1.720,00. Todos os peixes foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Itaquiraí. O infrator também responderá por crime ambiental de armazenamento de produto da pesca predatória. A pena é de um a três anos de detenção.

Veja Também

Terceira agência digital do País é inaugurada
Projeto proíbe exibição de animais silvestres em zoológicos, aquários e parques
Manutenção do Parque das Nações será feita com veículo elétrico
Prefeitura abre inscrições para desfile cívico de 26 de Agosto
Arraial do Banho de São João começa nesta quinta em Corumbá
Helicóptero da PM transporta peão a Santa Casa
Campo Grande receberá próxima etapa da Copa Truck
Após reportagem, indígenas de Dourados recebem cobertores
Governo divulga nota de pesar pela morte de ex-presidente da Agepen
Trânsito CCR MSVia prossegue com obras na BR-163/MS Em caso de chuvas, as obras serão suspensas