Campo Grande • 03 de dezembro de 2016 • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Da redação | sexta, 30 de setembro de 2016 - 11h28PMA inicia proteção aos rios de MSPoliciais começam a proteção dos recursos pesqueiros do Estado

Começa a fiscalização nos principais rios do MS
Começa a fiscalização nos principais rios do MS (Foto: Divulgação/PMA)

A Polícia Militar Ambiental tem reforçado em todos os anos durante o mês de setembro e outubro a fiscalização nos rios, no intuito de prevenir e reprimir a pesca predatória, tendo em vista a proximidade do período de piracema e, portanto, quando vários cardumes já se encontram formados. Por esta razão, a quantidade de turistas e pescadores do Estado se intensifica, exatamente, em razão das facilidades de captura do pescado neste período.

O Comando da PMA intensificou durante todo o mês de setembro a fiscalização preventiva e repressiva aos crimes e infrações relativas à pesca e intensificará mais ainda, a partir de amanhã (1) às 00h00, com o início da “Operação Pré-piracema”. Esta operação normalmente acontecia a partir do dia 25 de outubro, até um dia depois do fechamento da pesca na bacia do Rio Paraguai, dia 6 de novembro, mas desde 2013 tem sido antecipada para o dia 1 de outubro, em razão dos problemas encontrados nos últimos dois meses de pesca aberta em todos os anos (setembro e outubro).

Neste ano, no mês de setembro, foram presos 21 pescadores e 42 em setembro do ano passado, com 999 kg de pescado ilegal e 513 kg em setembro de 2015. Foram apreendidos 2800 metros de redes de pesca (petrechos proibidos) e 6.000 em setembro de 2015. Também foram autuados administrativamente 14 pescadores por falta de licença de pesca e quatro em setembro do ano passado.

A “Operação Pré-piracema”, que envolverá 362 policiais, englobará a operação “Padroeira do Brasil e a operação “Dia de Finados”, que são realizadas todos os anos. A operação pré-piracema se estenderá até o dia 6 de novembro às 8h00, permanecendo um dia depois do fechamento da pesca na Bacia do Rio Paraguai, que ocorrerá no dia 5 de novembro.

Os trabalhos preventivos serão intensificados durante a “Operação Pré-piracema", com participação das 25 Subunidades da PMA no Estado, que darão maior atenção à questão relativa à pesca.

Durante a operação do ano passado foram 57 autuados por crimes ambientais, sendo 26 por pesca ilegal. Foram aplicadas multas que atingiram R$ 771.780,00.

Veja Também
Governo quer parcerias para concluir Aquário do Pantanal
Bombeiros resgatam homem que estava perdido em mata
Após velório em estádio, corpos de heróis da Chapecoense seguem para suas cidades-natal
Legado dos Jogos Olímpicos reforça segurança de MS
Deficientes físicos cobram acessibilidade e saúde
Bolívia denuncia funcionária que revisou e autorizou voo da Chape
Escola General Osório recebe Selo de Qualidade da Água
Policiamento reforçado cobrirá todas as regiões da Capital
Deputado propõe Frente Municipal de combate ao Aedes aegypti
square noticias uci
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
Rec banner - cirurgia.net
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2016 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento