Menu
2 de junho de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Enem 2019

PF apreende celulares de aplicadoras do Enem no Ceará

Operação Thoth desencadeada neste sábado apura suspeita de fraude no Exame Nacional de Ensino Médio

9 Nov2019Da redação15h25

A Polícia Federal (PF) esteve neste sábado, 9 de novembro, em casas de duas aplicadoras do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 para cumprir dois mandados de busca e apreensão. Os agentes apreenderam os celulares das suspeitas. O caso ocorreu em Fortaleza (CE)

As buscas fazem parte da Operação Thoth, assim nomeada em homenagem ao deus egípcio da escrita e da sabedoria. O objetivo da PF é recolher elementos probatórios que esclareçam irregularidades cometidas durante a aplicação de provas no primeiro dia de Enem, 3 de novembro.

O trabalho da polícia recebeu a cooperação do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação (MEC) e responsável pela aplicação do Enem. O Inep ajudou na identificação das aplicadoras. A PF segue a investigar, com o apoio do Inep, outros casos relatados no Rio de Janeiro e na Bahia.

Segundo a polícia, as aplicadoras poderão ser indiciadas por fraude em certames de interesse público (Art. 311-A, III do Código Penal). A pena chega a cinco anos de prisão mais multa.

Veja Também

Moradores do “Linhão” começam a ser reassentados
Secretaria de Fazenda amplia atendimento virtual
Como conferir se o CPF foi usado em uma fraude
Coleta de dados do Censo da Educação Superior termina na sexta-feira
Falta de chuva reduz nível de principais rios do Estado
Inep dá novo prazo para pagamento de inscrição do Enem 2020
Campanha Maio Amarelo Alcança mais de 50 mil pessoas
Homem ameaça ex e é condenado a pagar indenização
Parceria vai encaminhar mulheres vítimas de violência para o mercado de trabalho
Sancionada lei que proíbe plano de saúde de limitar tratamentos médicos