Menu
12 de novembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Enem 2019

PF apreende celulares de aplicadoras do Enem no Ceará

Operação Thoth desencadeada neste sábado apura suspeita de fraude no Exame Nacional de Ensino Médio

9 Nov2019Da redação15h25

A Polícia Federal (PF) esteve neste sábado, 9 de novembro, em casas de duas aplicadoras do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 para cumprir dois mandados de busca e apreensão. Os agentes apreenderam os celulares das suspeitas. O caso ocorreu em Fortaleza (CE)

As buscas fazem parte da Operação Thoth, assim nomeada em homenagem ao deus egípcio da escrita e da sabedoria. O objetivo da PF é recolher elementos probatórios que esclareçam irregularidades cometidas durante a aplicação de provas no primeiro dia de Enem, 3 de novembro.

O trabalho da polícia recebeu a cooperação do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação (MEC) e responsável pela aplicação do Enem. O Inep ajudou na identificação das aplicadoras. A PF segue a investigar, com o apoio do Inep, outros casos relatados no Rio de Janeiro e na Bahia.

Segundo a polícia, as aplicadoras poderão ser indiciadas por fraude em certames de interesse público (Art. 311-A, III do Código Penal). A pena chega a cinco anos de prisão mais multa.

Veja Também

Motorista morre ao bater de frente com carreta em Tacuru
Casa Peniel pede doações para Bazar Solidário
Confira escala médica nas UPAs e CRSs nesta quarta-feira
Mais de 95% das crianças brasileiras frequentam escola, diz pesquisa
Prefeitura entrega em janeiro o VIII Emei no Bairro Zé Pereira
Milhagens do serviço público vão ser usadas para transportar pacientes
Pescadores acampam na Governadoria
Dia de céu claro e possibilidade chuvas
Ação de saúde para caminhoneiros será realizada nesta terça-feira
Aluno prejudicado por questão logística pode pedir reaplicação do Enem