Menu
24 de setembro de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Victor Center
Pesca

PMA autua em R$ 2,5 mil cinco infratores

Por pesca ilegal foram apreendidos com três barcos, três motores

13 Out2017Da redação08h47

Durante fiscalização fluvial no rio Miranda, visando a prevenção à pesca predatória, na operação Pesque Legal, realizada pela PMA, SEMAGRO e IMASUL, dentro da operação Pacificador 67 (PMMS), Policiais Militares Ambientais do Grupamento do Distrito de Águas do Miranda, em Bonito autuaram ontem (12) cinco pescadores por pesca ilegal.

Ao vistoriarem uma embarcação na região da Volta Grande, a 80 km da cidade de Bonito, onde estavam dois pescadores paulistas, residentes em Mogi Mirim e Mogi Guaçu (SP), a PMA verificou que os pescadores, de 31 e 34 anos, não possuíam autorização de pesca. Eles iniciavam a pescaria e ainda não tinham capturado nenhum pescado.

Na mesma região foi abordada uma embarcação, onde estava mais um paulista (31), de Mogi Guaçu (SP), que foi autuado pelo mesmo motivo. Ele também não havia capturado pescado.

Em seguida, mais uma embarcação foi abordada e foram autuados mais dois pescadores, de 31 e 35 anos, residentes em Naviraí, pelo mesmo motivo.

Ao todo foram apreendidos três barcos, três motores de popa e cinco molinetes de pesca com varas. Cada infrator foi autuado administrativamente e multado em R$ 500,00, perfazendo R$ 2.500,00.

ALERTA - A pesca sem licença não é crime ambiental, porém, a PMA alerta que é documento necessário para a pesca no Estado e sua falta caracteriza-se como infração administrativa, que prevê, além da multa mínima de R$ 300,00 até a máxima de R$ 10.000,00, a apreensão de barco, motor, produto e material da pesca, bem como veículos utilizados.

 

Veja Também

População de rua deve ficar fora do Censo 2020
Doação de órgãos é tema de evento do HU-UFGD na próxima semana
Aposta mineira fatura bolada sozinha
Projeto garante direito de criança visitar pais internados em hospital
Projeto dá prazo para hospitais notificarem violência contra mulher
Inscrições para Casamento Civil Comunitário vão até 28 de setembro
Estágio após conclusão do curso de Direito pode ser limitado a dois anos
Horário de verão pode ser proibido em todo o País
Após 46 anos, casal oficializa união na Carreta da Justiça
Multas por uso de celular ao volante crescem 33% em 2018