Menu
23 de setembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Festa Junina

Pedal é mais uma atração do Arraial de Santo Antônio

Vestimentas caipiras que serão obrigatórias a todos os participantes

12 Jun2019Agência Brasil13h57

A 17ª edição do Arraial de Santo Antônio de Campo Grande reserva um momento especial para os ciclistas da Capital, com a realização do 1º Pedal Arraial de Santo Antônio, que vai acontecer em parceria com a Associação Firebikers Team.

A graça da aventura fica por conta das vestimentas caipiras que serão obrigatórias a todos os participantes. A inscrição é gratuita para todo o público e pode ser feita por meio do endereço eletrônico https://www.firebikers.com.br/.

No último dia de festança, 15 de junho, haverá duas rotas, uma para iniciantes e outra para profissionais. A concentração é na Praça do Papa, onde acontecerá o Arraial.

A grande diferença entre as rotas é que os ciclistas avançados percorrem a Avenida Duque de Caxias, contornam o anel viário e retornam pela Avenida Euler de Azevedo, em um percurso de cerca de 35km. Os iniciantes vão até a rotatória da saída para Rochedo e voltam, em um percurso de 22km.

Além de boa vontade, o participante precisa levar água, bicicleta e capacete. A segurança, claro, não fica de lado: todo o trajeto será acompanhado de batedores e, no retorno à praça, os ciclistas terão local para estacionar as bikes.

O Pedal Arraial de Santo Antônio foi idealizado depois do sucesso do Pedal do Queijo, que aconteceu em maio, na Festa do Queijo de Rochedinho. “Deu tão certo que decidimos repetir a dose e trazer todo mundo para uma nova brincadeira que vai incluir até traje junino”, comenta a Secretária de Turismo e Cultura, Melissa Tamaciro.

Programação completa - Ao todo, durante os dias 13, 14 e 15 de junho, nove atrações estão definidas para animarem essa festa tão tradicional da Capital. No primeiro dia de festa sobe ao palco a dupla campo-grandense Max e Gabriel. Com 15 anos de carreira e um CD gravado, o “De Tudo Um Pouco”, o público confere justamente um mix de estilos no palco.

“Vamos tocar modão, música sul-mato-grossense, bailão, com sucessos de duplas como Jorge e Mateus, João Neto e Cristiano, por exemplo. Vamos também tocar nossas músicas autorais ‘Comigo Não’ e ‘Saia Curta’”, explica Max.

Depois é a vez do grupo mais baileiro da cidade, o Laço de Ouro, que conta com sete CDs gravados e mais de 13 anos de carreira. O grupo que já teve parcerias com Alex e Yvan, Minuano e Xandy Côrrea apresenta os sucessos “Locomotiva do Bailão”, “Faz o L”, “Fazendeiro Mesmo” e “Bailão do Laço”.

Quem encerra a primeira noite da festança é o sertanejo Manutti. Nascido no interior de Mato Grosso do Sul, reproduz um estilo de sertanejo mais jovem e anima a galera com os sucessos “Gasto e Nem Ligo”, “Terra do Nunca” e “Mesa 12”. Com apenas quatro anos de carreira, o rio brilhantense conta com um disco gravado e dois DVDs, e seu hit mais bombado do momento é o “Só Jesus na Causa”, com parceira de Diego e Victor Hugo.

No dia 14 de junho três nomes sobem ao palco: Max Henrique, João Lucas e Walter Filho, e Munhoz e Mariano.

O cantor Max Henrique completa nove anos de estrada, com três CDs e um DVD gravado. O “DVD Ao vivo em Campo Grande” foi gravado no Arraial de Santo Antônio de Campo Grande em 2017.  Os sucessos “Toma Beijinho” e “Viciado em Você”, gravado com Bruninho e Davi, agregam na apresentação.

Já a dupla João Lucas e Walter Filho é conhecida por tocar o sertanejo bruto, com influências bem características da antiga moda de viola entoada por Tião Carreiro e Pardinho, Ronaldo Viola e João Carvalho, e Goiano e Paranaense. Com 13 anos de dupla, passagem por Barretão nos anos de 2009 e 2010, conta com cinco CDS, um DVD Ao Vivo, e EP lançado no início deste ano.

Os responsáveis pelos hits “Camaro Amarelo” vem para somar e fazer o público arrastar o pé com “Beberrão”, “Zé Goré”, “Balada Louca” e “Eu Gosto de Zueira”. Raphael Calux Munhoz Pinheiro e Ricardo Mariano Bijos Gomes, respectivamente Munhoz e Mariano, começaram a tocar em um boteco de Campo Grande e da brincadeira surgiu o amor pela música. Ainda em Campo Grande lançaram o primeiro CD, o DVD ao vivo no Parque de Exposições Laucídio Coelho e foi no programa Garagem do Faustão que alcançaram reconhecimento nacional, levando o 1º lugar do concurso na Rede Globo.

A respeito da apresentação no Arraial, Munhoz comemora: “Estamos de volta na nossa querida cidade morena, nossa terra natal, e as expectativas são as melhores possíveis”.

No último dia de festa é a vez da dupla David e Guilherme, do Brenno Reis e Marco Viola, e do responsável pelo sucesso “Dona Maria”, Thiago Brava, abrilhantarem ainda mais esse Arraial.

David e Guilherme tiveram como pontapé da carreira o momento em que fizeram parte da equipe residente da Woods CG e contam com 8 anos de trajetória. Hoje a dupla toca nas principais casas de shows da Capital e interior de Mato Grosso do Sul. Em Novembro de 2017 os amigos lançaram o EP “Esquenta”.

O goiano Thiago Brava é quem encerra esta 17ª edição do Arraial de Santo Antônio de Campo Grande. Com sete anos de carreira, é um dos pupilos do sertanejo na atualidade e apresenta, além dos sucessos já reconhecidos como “Dona Maria”, “Namora Bobo” e “Se não for pra causar eu nem vou”, o seu novo trabalho “Vibezinha do Thiago Brava”, com as canções “Já Convenci” e “Coração de Guardanapo”.

Toda a programação é gratuita e aberta ao público, sendo que os shows começam a partir das 19h.

Dia 13 de junho:

Max e Gabriel

Laço de Ouro

Manutti

 

Dia 14 de junho:

Max Henrique

João Lucas e Walter Filho

Munhoz e Mariano

 

Dia 15 de junho:

David e Guilherme

Brenno Reis e Marco Viola

Thiago Brava

Editais para Barracas e Quadrilhas

A Sectur – Secretaria Municipal de Cultura e Turismo reitera informações a respeito da 17ª edição do Arraial de Santo Antônio de Campo Grande, especialmente sobre os editais das quadrilhas e das barracas.

Hoje (04) foi divulgado o resultado das habilitações dos inscritos para as barracas de alimentos, bebidas e artesanatos que haviam entrado com recurso por questões documentais. A respeito destas, a Sectur convoca duas das quatro que haviam entrado com recurso a participar do Arraial. São elas a Associação dos Trabalhadores Rurais Santa Paulina da Agricultura Familiar de Mato Grosso do Sul e a Recanto da Criança.

Ao todo, a festa contará com 28 barracas de alimentos e bebidas, e outras três de artesanato. As informações foram divulgadas no Diário Oficial desta terça-feira (04) e podem ser conferidas por meio do endereço eletrônico http://portal.capital.ms.gov.br/diogrande.

Os recursos para entrar com ação da quadrilha terminam hoje para as entidades não aprovadas que entraram com pedido de recurso.

Veja Também

Governo sanciona lei que facilita renegociação de dívidas com Agehab
Pecuaristas são multados em R$ 104 mil por desmatamentos ilegais
Confira escala médica nas UPAs e CRSs para este domingo
Governo vai pavimentar rodovia que liga Norte do MS ao Pantanal e Bonito
Digital influencer leva curso de marketing digital e ensina sobre moda na periferia
Decreto institui grupo para cobrar inscritos na dívida ativa
MS sedia evento regional de internet e tecnologia
Descubra alguns hábitos que interferem na saúde dos dentes
Pesquisas indicam ingestão de microplásticos por humanos
Cliente fidelizado pode se tornar porta-voz do negócio