Menu
24 de julho de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Meio Ambiente

Pecuarista é multado por desmatar vegetação nativa

Madeira resultante da atividade ilegal não estava no local e já havia pastagem na área

13 Jul2019Da redação13h54

Uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Jardim realizou vistoria em uma propriedade rural no município de Nioaque, a 120 km da cidade e localizou uma área desmatada ilegalmente. Os trabalhos aconteceram ontem (12) no início da tarde, quando os Policiais conferiam um desmatamento ocorrido há algum tempo, descoberto por imagem de satélite, na operação Cervo-do-Pantanal.

Na conferência de medida do desmatamento com uso de GPS verificaram-se 59,68 hectares destruídos. A madeira resultante da atividade ilegal não estava no local e já havia pastagem na área.

O infrator (66), residente em Campo Grande, não possuía autorização ambiental para a atividade e foi autuado administrativamente e recebeu multa administrativa de R$ 17.958,00. O autuado também responderá por crime ambiental, que prevê pena de três a seis meses de detenção. Além disso, ele foi notificado a apresentar um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental estadual.

Veja Também

PF detém quatro suspeitos de invadir telefone de Sergio Moro
Inep prorroga prazo de inscrição de servidores
Em 1 ano vigilância de saúde ambiental fiscaliza mais de mil locais
Mãe pede socorro para manter família
Mãe peregrina MS para transplante do filho
Número de eleitores cadastrados por biometria chega a 69%
BR-163 registra 240 queimadas neste ano
Confira escala médica das UPAs e CRSs nesta terça-feira
Café com Negócios
Lista de sorteados para apartamento Sírio Libanês é publicada