Campo Grande •29 de Março de 2017  • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner Aguas - Campanha Março

Da redação | Sexta, 30 de Dezembro de 2016 - 14h25Manifesto pede manutenção de escola para surdosGoverno fechou Centro de Atendimento ao Deficiente como escola do 1° ao 5° ano

  
(Foto: Divulgação)
  • (Foto: Divulgação)
  • (Foto: Divulgação)
  • (Foto: Divulgação)
  • (Foto: Divulgação)

Uma manifestação em apoio ao Centro Estadual de Atendimento ao Deficiente da Audiocomunicação (Ceada), de Campo Grande, foi realizada nesta sexta-feira, 30 de dezembro, por intérpretes, surdos e familiares. A Secretaria Estadual de Educação (SED) determinou o fechamento do local que no ano que vem funcionará apenas como um estabelecimento de formação de profissionais que trabalham com surdos.

A decisão fechou o Ceada como escola do 1° ao 5° ano do ensino médio. Usando faixas e cartazes, os manifestantes pediram a manutenção da escolaridade no Ceada.  Para os pais, a o Ceada é importante para a formação inicial do surdo. O grupo se prepara para um novo protesto na intenção de chamar a atenção do governo e reverter o que foi determinado.

Secretaria de Educação - Conforme a SED, os estudantes que estavam matriculados no Ceada, de 1º ao 5º ano, serão encaminhados para escolas da Rede Estadual de Ensino e receberão apoio de instrutor mediador modalidade sinalizada, uma vez que ainda não são fluentes na Língua Brasileira de Sinais (Libras), e também o Atendimento Educacional Especializado em Libras, como primeira língua (L1), em Língua Portuguesa na modalidade escrita (L2) e Matemática.

A Secretaria de Estado de Educação conta, ainda, com a atuação do Centro de Capacitação de Profissionais da Educação e Atendimento às Pessoas com Surdez (CAS), voltado também para a formação, assessoramento, orientação e acompanhamento de professores. O CAS tem como objetivo prever e prover apoio no contexto escolar, dispondo de 261 profissionais especializados na área da surdez, e também, atende anualmente por meio dos cursos de Libras cerca de 780 cursistas, visando a difusão e fortalecimento de uma sociedade bilíngue.

(Com informações da TV MS Record)

Veja Também
Prefeitura lança programa para cuidar da saúde dos servidores
STF mantém base de cálculo da contribuição patronal para Previdência
TVs por assinatura podem ser obrigadas a dar descontos por cortar canais abertos
Após 70 dias, Capital ainda tem 150 mil buracos nas ruas
Veja dicas para dirigir em segurança na chuva
ACICG promove evento 'Guerreiras não nascem prontas'
Motociclista fica ferido em colisão na Zahran
Prefeitura já reparou buracos em mais de 80 km de ruas de Três Lagoas
Mais de 70 bairros podem ficar sem água
Preços de ovos de Páscoa ficam muito acima da inflação no período
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - cirurgia.net
DothShop
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento