Menu
22 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Enem

UFMS negocia desocupação de prédio

Permanência dos alunos pode impedir a realização das provas do Enem

3 Nov2016Laureano Secundo07h46

A Reitoria da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul  (UFMS) informou que começa hoje uma negociação com os estudantes que ocuparam o prédio do Campus na cidade de Três lagoas para não comprometer as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) marcadas para o próximo fim de semana.

Os estudantes entraram durante a madrugada e montaram barracas no local. Faixa foram colocadas em frente ao prédio.

Os estudantes protestam contra as medidas anunciadas pelo governo federal na educação e contra a PEC 241 que pode limitar os investimentos no setor.

A informação do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) é que 488 pessoas estão previstas para realizar o exame nos blocos II e III da UEMS. Esse é o único local de prova em Mato Grosso do Sul que sofreu mudança.

Outro grupo de estudantes permanece no prédio da Universidade Estadual (UEMS) de Paranaíba e a situação pode atrapalhar a realização das provas do Enem no próximo fim de semana. A universidade está na relação divulgada na terça-feira (1º) pelo instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informando que 191.494 dos 8,7 milhões de inscritos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não poderão fazer a avaliação no próximo fim de semana, em razão de mais de 300 ocupações em colégios listados como locais de provas.

Veja Também