Menu
23 de setembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Desenvolvimento

Obra para usina de energia com eucalipto é iniciada

Construção irá gerar 1,5 mil empregos

19 Mai2019Byanca Santos - Especial para o Diário Digital16h30

A Eldorado Brasil, empresa controlada pela J&F Investimentos e a Paper Excellence, iniciou neste mês, em Três Lagoas, a construção da Usina termoelétrica Onça Pintada.  A previsão para o término da obra é no segundo semestre de 2020, com a operação da usina em janeiro de 2021.

Segundo a empresa, o projeto está dentro do cronograma de execução e atualmente 50 pessoas trabalham na obra. De acordo com o diretor técnico industrial da Eldorado Brasil, a obra vai gerar 1,5 mil empregos. As contratações irão ocorrer com o andamento da obra.

A usina vai disponibilizar 50 MWh (megawatts hora) de energia elétrica para o sistema nacional. Essa geração tem capacidade para abastecer um município de 300 mil habitantes, três vezes a cidade de Três Lagoas.

De acordo com a empresa, a usina será “um marco para a energia verde”. Eldorado irá investir R$ 7,2 milhões por MWh de produção. Para a empresa, isso representa uma excelente relação de investimento versus retorno, na usina que ficará no mesmo site industrial que a planta celulose da empresa, às margens da rodovia BR – 158.

Inicialmente, o empreendimento será instalado no município de Selvíria, a 70 quilômetros de Três Lagoas.

(Com informações de JPNews)

Veja Também

Governo sanciona lei que facilita renegociação de dívidas com Agehab
Pecuaristas são multados em R$ 104 mil por desmatamentos ilegais
Confira escala médica nas UPAs e CRSs para este domingo
Governo vai pavimentar rodovia que liga Norte do MS ao Pantanal e Bonito
Digital influencer leva curso de marketing digital e ensina sobre moda na periferia
Decreto institui grupo para cobrar inscritos na dívida ativa
MS sedia evento regional de internet e tecnologia
Descubra alguns hábitos que interferem na saúde dos dentes
Pesquisas indicam ingestão de microplásticos por humanos
Cliente fidelizado pode se tornar porta-voz do negócio