Menu
24 de setembro de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Victor Center
Dia da mulher

Neiva Guedes e sua luta de 28 anos

Criadora e presidente do Projeto Arara Azul

8 Mar2018Elaine Silva - Especial para Diário Digital09h59
(Foto: Elaine Silva)
  • Neiva Guedes colocando um ninho artificial no Pantanal
  • (Foto: Elaine Silva)

Há 28 anos Neiva Guedes atua como bióloga e já recebeu cerca de 27 prêmios entre nacionais e internacionais. Ela é conhecida pelo "Projeto Arara Azul", que foi criado em prol da preservação das araras azuis, além do monitoramento e instalação de ninhos artificiais em  aéreas urbanas. Apesar da extensa ficha Neiva, enfrentou muitas barreiras para ter esse reconhecimento.

Para entender a história vamos voltar no tempo em 1989, quando viu um bando de araras azuis no Pantanal e se encantou. "Eu fiquei maravilhada com aqueles animais, então um professor veio e falou que eles estavam ameaçados de extinção á partir daqui foi que eu iniciei o projeto", relata Neiva.  

Com o projeto Guedes lutou para conseguir recursos, criou ninhos artificiais e os colocava em árvores. O seu trabalho sempre foi acompanhado pela família, tanto que sua filha de 15 anos, sempre que pode a acompanha. Sem muitas pessoas para ajudar, Neiva subia em árvores para montar os ninhos, ela não tem medo e entra realmente em campo.

Dificuldades - Ao iniciar seu projeto e ter convivência com as araras, Neiva não se via casada e com filhos, mas isso mudou. Ela casou e teve três gestações, sendo que duas ela perdeu, ao ir para o campo. "Minhas gestações foram às partes mais difícil de ir ao campo, na primeira eu peguei um infestação de carrapato e na segunda dengue. A terceira  eu me cuidei mais, porém fui com minha equipe para Bonito, mostrar onde eles colocariam os ninhos artificiais, mas novamente eu peguei carrapato e acabou induzindo o parto, mas deu tudo certo  e agora eu falo que minha filha é irmã das araras",  relata Neiva.

Veja Também