Campo Grande •23 de Maio de 2017  • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Da redação | Quarta, 15 de Março de 2017 - 14h39Nefrologista alerta sobre crescimento silencioso de doença renalNo Brasil, em 10 anos, o número de pacientes em diálise passou de 40 mil para 110 mil

(Foto: Roberto Higa/Assembleia Legislativa)

A epidemia da obesidade acompanha o alarmante número de casos novos de doença renal crônica. Nesta quarta-feira, 15 de março,  o médico nefrologista Alexandre Silvestre Cabral participou da sessão ordinária para alertar sobre o crescimento silencioso da doença e enfatizar a necessidade de implantação de uma política preventiva.

“A Sociedade Brasileira de Nefrologia e a Comunidade Internacional de Nefrologia elegeu 9 de março como o Dia Mundial do Rim. O objetivo é chamar a atenção da sociedade para a doença renal crônica, que é a perda progressiva, e muitas vezes irreversível, da função dos rins, o que pode fazer o paciente necessitar de hemodiálise ou transplante para não morrer. No Brasil, em 10 anos, o número de pacientes em diálise passou de 40 mil para 110 mil. Essas pessoas que precisam de tratamento de substituição renal perde em qualidade de vida e tempo de vida. Além disso, o sofrimento se estende aos familiares”, disse.

O médico destacou ainda os efeitos com relação aos custos associados. Segundo ele, o orçamento do Ministério da Saúde tem como principal despesa os tratamentos relacionados à insuficiência renal crônica. “A população está crescendo e envelhecendo. Infelizmente, as pessoas não têm acesso aos cuidados adequados de saúde para evitar diabetes, pressão alta e doença renal. Devemos alertar a sociedade para que não haja mais morte precoce”.

Neste ano, a campanha tem como foco a obesidade, situação que pode causar ou agravar problemas renais. A Sociedade Brasileira de Nefrologia adverte para os seguintes fatores de risco: pressão alta, diabetes, idade superior a 50 anos, histórico de doenças renais na família, uso de remédios sem orientação médica, tabagismo e doenças cardiovasculares, além do sobrepeso ou da obesidade.

Veja Também
Universidade auxilia microempreendedores na Declaração de Faturamento
Três Lagoas planta Crotalária para combater mosquito Aedes Aegypti
Trump vê oportunidade para paz definitiva entre Israel e Palestina
Polícia Militar forma 171 novos sargentos nesta terça-feira
Corumbá: começa recadastramento previdenciário do Funprev
Policlínica Infantil de Dourados será inaugurada na quarta-feira
Cadeira de rodas ocuparão estacionamento para reivindicar direitos
Nova unidade de saúde atenderá cinco mil em seis bairros da Capital
Seleção de voluntários dos bombeiros será concluída nesta semana
Juiz tentará conciliação entre CCR MSVia e ANTT
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
DothNews
Rec banner - cirurgia.net
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento