Campo Grande •21 de Setembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Rota das Estações - Primavera

Da redação | Terça, 4 de Julho de 2017 - 13h49Município sugere incorporar 15% de gratificações ao salário base dos médicosMedida não causará impacto na folha de pagamento, segundo a prefeitura

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Campo Grande.)

Representantes dos médicos, enfermeiros e odontólogos se reuniram na noite desta segunda-feira,  3 de julho, com o prefeito Marquinhos Trad para mais uma rodada de negociação. Conforme a proposta apresentada nesta noite, as três categorias terão 15% de gratificações incorporados ao salário base. A medida não causará impacto na folha de pagamento.

O secretário de Finanças e Planejamento, Pedro Pedrossian Neto, explica que tal medida é possível mediante a redução no número de plantões, principalmente no período de 00h às 06h, e que eventualmente não iriam trazer prejuízos no atendimento à população, haja vista que nestes horários o fluxo de pacientes é menor se comparado com o período diurno, pro exemplo.

“Nós procuramos tratar essa discussão de maneira isonômica buscando o melhor caminho para todos. Entendemos que garantindo a incorporação de 50% de algumas rubricas que hoje compõem o vencimento dos servidores, não teremos impacto na massa salarial da prefeitura. Dessa forma nós conseguimos melhorar o vencimento base do trabalhador com impacto zero aos cofres da prefeitura”, disse.

Conforme o secretário, no caso dos médicos, a proposta de reajuste no salário base de 15.58% aumentaria o salário base de R$2.516,72 para R$2.908,82, por um período de 20 horas semanais.

Quanto a enfermagem, seria incorporado 50% do abono da referência 14, o que representa um aumento de R$ 17.25% no salário base, passando de R$ 2.067,30 para R$ 2.423,90.

Já na odontologia seria incorporado ao menos 50% do adicional de desempenho, o que representaria um aumento de 15.58%.

“A proposta tem o mérito de dar mais conforto e segurança ao trabalhador por que o salário base é irredutível constitucionalmente, ou seja, ele terá a garantia jurídica de que ele não irá perder estes benefícios”, pondera.

O secretário avaliou a reunião como positiva e agora aguarda uma posição por parte das categorias para definir os próximos rumos da negociação.

“Eu creio que estamos muito próximos de um acordo que vai pacificar as três categorias e garantir o melhor atendimento à saúde do campo-grandense”, finalizou.

Veja Também
Aprovado projeto que inclui tipagem sanguínea em documentos
Palestra sobre 'Relacionamento com Clientes' será nesta quinta-feira
Dia da Árvore terá programação especial no TJMS
CCR MSVia oferece exames clínicos gratuitos a caminhoneiros
Jovem que matou por ciúmes é condenada a 18 anos
MS é o 5º colocado no Ranking de Competitividade dos estados
Festival da Primavera será aberto nesta sexta em Antônio João
Eleitores faltosos estão isentos de multas eleitorais
Correios paralisam por tempo indeterminado
Minha Casa Minha vida sem recursos
Square Noticias UCDB
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
DothNews
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento