Menu
21 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Lava Jato

MPE abre investigação contra governo de Azambuja

Procuradoria-Geral abre procedimento para coletar provas da delação do dono da JBS

29 Mai2017Valdelice Bonifácio19h39

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul (MPE-MS) instaurou Procedimento Preparatório na Procuradoria-Geral de Justiça para elucidar as denúncias feitas em delação premiada pelo empresário Wesley Batista, um dos donos do JBS, contra o governador Reinaldo Azambuja (PSDB). O empresário delatou um esquema de distribuição de propina em troca de incentivos fiscais que, segundo ele, seria generalizado em MS. Wesley Batista informou que tratava da entrega do dinheiro diretamente com o governador de quem, aliás, recebeu notas frias pessoalmente.

“Foi instaurado o competente Procedimento Preparatório no âmbito desta Procuradoria-Geral de Justiça para a colheita de elementos de prova para a elucidação dos mencionados fatos e responsabilização dos eventuais envolvidos”, diz o MPE em nota oficial.

Na mesma nota, o MPE informa ainda ter pedido ao Supremo Tribunal Federal (STF) cópia dos documentos “que noticiam o envolvimento de autoridades do Estado de Mato Grosso do Sul para as medidas que se fizerem necessárias à apuração de responsabilidade por eventuais atos de improbidade administrativa praticados, ora afetos à atribuição deste Parquet Estadual.”

Na semana passada, Reinaldo Azambuja esteve no MPE para apresentar aos procuradores sua defesa em relação às denúncias. Ele nega as acusações e afirma ter condições de provar com base em documentos que jamais cometeu as irregularidades delatadas pelo dono da JBS.

Veja Também

Gil de Camillo fala sobre ‘Arquitetura de Resultado’ no ‘Café com Negócios’
Terapeutas holísticos de MS se organizam em Associação
Agetran alerta para interdições em vias neste sábado e domingo
Idosa sofre com adiamentos de cirurgia
Trabalhador fica preso em ferragens após acidente em rodovia
Governo revitaliza asfalto de três rodovias estaduais
Justiça Federal torna Cabral réu pela 23ª vez na Lava Jato
Prefeitura convoca mais 70 médicos inscritos na cadastro temporário
Em MS Atenção motoristas: BR-163/MS passa por obras da CCR MSVia Em caso de chuvas, as obras serão suspensas
Drone e ferramentas artesanais fazem sucesso na 3ª edição da Tecnofam