Menu
26 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Governo do Estado - Gestão por Competência
Diversidade

Movimentos LGBTs fazem reivindicações à prefeitura da Capital

Integrantes da causa querem criação do Conselho Municipal LGBT

5 Jun2017Da redação20h00

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, recebeu no fim da manhã desta segunda-feira (5) representantes do Conselho da Diversidade, da Associação dos Travestis e Transsexuais de Mato Grosso do Sul, do Movimento de Estudo, Sexualidade, Cultura, Liberdade e Ativismo (Mescla), da Articulação Brasil de Lésbicas (ABL), do Fórum Estadual LGBT e da Rede Apolo.

Os integrantes dos movimentos LGBTs trouxeram reivindicações e pediram ao prefeito para que olhasse pela causa. Dentre as reivindicações destacam-se a nomeação de um coordenador para a Coordenadoria de Políticas Públicas LGBT, a abertura dos editais de programas voltados para a prevenção de IST/AIDS e a criação do Conselho Municipal LGBT.

“O Marquinhos sempre esteve ao nosso lado, sempre nos atendeu, muito antes de ser prefeito. Hoje viemos trazer algumas situações e sabemos que ele irá resolver”, disse Márcia Zen, da Articulação Brasil de Lésbicas (ABL).

Já a presidente do Conselho da Diversidade, Cris Stephanny, enfatizou a importância da solução das questões apresentadas para que Organizações Não Governamentais que atuam junto aos grupo LGBTs tenham recursos para fazer seus trabalhos.

“O prefeito pediu para que aguardemos um pouco e nos orientou a procurar a Câmara Municipal e encaminhar o projeto de lei para criação do Conselho Municipal LGBT. Vamos encaminhar isso e já vamos tratando as outras demandas com ele”, explicou.

Veja Também