Menu
22 de maio de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega banner FIEMS - Mês da Industria
Economia

Movimento do comércio tem maior queda em 16 anos, diz Serasa

Este foi o pior resultado do varejo desde o início do levantamento, realizado há 16 anos

9 Jan2017Da Agência Brasil12h54

O movimento dos consumidores nas lojas de todo o país caiu 6,6% no ano de 2016 em relação ao ano de 2015, de acordo com o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio. Este foi o pior resultado do varejo desde o início do levantamento, realizado há 16 anos.

O pior resultado tinha sido em 2002, por causa da crise do racionamento de energia elétrica, quando houve recuo de 4,9%. Os economistas da Serasa explicam que as dificuldades enfrentadas pelos consumidores, como juros altos nos crediários, desemprego em alta e baixa na confiança, impactaram negativamente a atividade varejista.

A maior retração foi no segmento de veículos, motos e peças, cuja queda foi de 13% frente ao mesmo período do ano passado. A segunda maior queda foi de 12,6%, observada nas lojas de tecidos, vestuário, calçados e acessórios. Houve recuo de 11,1% nas lojas de móveis, eletroeletrônicos e equipamentos de informática.

Retrações menores ocorreram nas lojas de material de construção (-5,4%) e nos supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas (-7,0%). Somente o segmento de combustíveis e lubrificantes se mantiveram no terreno positivo, com alta de 1,8%.

Veja Também

Índios de Dourados recebem equipamentos para a agricultura
Denatran suspende pagamento de multas com cartão de crédito ou débito
Projeto estabelece isenção de carência em planos de saúde
MPF denuncia sete por fraude em licitação no aeroporo da Capital
Procon recolhe produtos vencidos e abre processo contra rede de mercados
Pedidos de aposentadoria por telefone e internet
Trânsito CCR MSVia destaca operações pare-e-siga na BR-163/MS Em caso de chuvas, as obras serão suspensas
Nacional Mais 21 serviços no INSS poderão ser agendados pela internet Agendamento vai começar a partir de quinta-feira, 24 de maio
Taxa de inscrição no Enem deve ser paga até quarta-feira
Greve compromete escoamento da safra