Menu
18 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Campo Grande

'Amo Brasil' protesta contra reajuste dos combustíveis

Motoristas saíram em carreata pela Avenida Afonso Pena e cobram atuação do MPF

12 Jan2018Mariel Coelho, em especial para o Diário Digital.17h30
(Foto: Marco Miatelo)
  • Manifestante do movimento 'Amo Brasil' discursa em frente ao prédio do Ministério Público Federal, em Campo Grande
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • Diretor do movimento Ama e presidente da AMU Wellington Dias. (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)

Motoristas do movimento “Amo Brasil” foram às ruas de Campo Grande na tarde desta sexta-feira, dia 12 de janeiro, para protestar contra o reajuste do preço dos combustíveis e o aumento de impostos. A carreata saiu dos altos da Avenida Afonso Pena em frente à Cidade do Natal e seguiu até a frente do Ministério Público do Federal (MPF) onde manifestantes discursaram.

De acordo com o diretor do movimento e presidente da Associação de Motoristas de Aplicativos de Mobilidade Urbana (AMU) Wellington Dias, os motoristas querem uma resposta do MPF em relação ao aumento do combustível. “A gente se reuniu para pedir esclarecimentos ao ministério público sobre o aumento do combustível e dos impostos. Porque se sobe tudo afeta no orçamento das famílias”, disse Wellington.

Presidente da AMU disse que este foi o primeiro ato do movimento. “Esta carreata feita hoje foi só o ponta pé inicial. Agora, o nosso segundo ato é provocar o MPF para que ele cobre explicações, depois vamos buscar uma agenda na governadoria. Vamos também cobrar explicações da Petrobras, o que nós queremos uma solução”.

A carreata feita nesta tarde foi acompanhada pela Polícia Militar e Polícia de Transito e transcorreu sem incidentes.

Veja Também

Prefeitura entrega cobertores para famílias carentes da Capital
Seja Digital intensifica agendamentos nos CRAS  a partir de segunda
Entidades de classe defendem Plano Diretor da Capital
Comissão aprova vacinação obrigatória e gratuita contra leishmaniose
Curso orienta sobre alimentação e não desperdício de alimentos
Limpeza em lagoa resulta na retirada de 50 sacos de lixo
Incêndio destrói depósito de recicláveis
Portugal libera uso da maconha para fins medicinais
Médico lança 'Dicionário de Saúde e Segurança do Trabalhador'
Obras e projetos anunciados para a Capital