Menu
19 de fevereiro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Igualdade

Mototaxistas contra aplicativos

Manifestantes buscam regulamentação dos aplicativos

12 Fev2019Elaine Silva com Laureano Secundo10h20
(Foto: Luciano Muta)
  • (Foto: Luciano Muta)
  • (Foto: Luciano Muta)

Os motaxistas de Campo Grande, realizaram uma passeata até a Câmara Municipal, contra os aplicativos de transporte. Os manifestantes buscam a regulamentação do meio de transporte, para que assim seja igual e todos pagam impostos. A passeata aconteceu nesta manhã (12) e reuniu cerca de 300 manifestantes.  

A categoria seguiu pelas ruas Dom Aquino, 13 de Maio, Afonso Pena e enfim chegarão até a Câmara Municipal.  Os motoxistas relata que a facilidade os aplicativos atrapalham a concorrência, pois oferecem um serviço a um baixo preço e não pagam tributos.  Até o fechamento da matéria não mais informações sobrea manifestação.

O mototaxista José Rosa  que já trabalha com este serviço há mais de 12 anos, disse que entre taxas e impostos como ISS e Lei do Uso do Solo paga em torno de R$ 350,00 anualmente e de cinco em cinco anos tem que participar de cursos de reciclagem pagando em torno de R$ 400,00. "Para se mototaxista tive que pagar mais de R$ 700, no ano passado enquanto que para ser Uber um motorista basta fazer o cadastro no aplicativo", afirmou José Rosa.

 

Veja Também

Concen faz ação educativa em aldeias indígenas de MS
Confira o novo calendário da Carreta da Justiça em 2019
Desfile beneficente apresenta coleção inverno e arrecada doações
Maior superlua do ano ocorre nesta terça-feira
Confira escala médica das UPAs e CRSs nesta terça-feira
Bolsonaro assina Projeto de Lei Anticrime
Trânsito CCR MSVia informa pontos da BR-163/MS com serviços nas pistas Em caso de chuva, as obras poderão ser interrompidas. Todos os locais estão sinalizados
Nascidos em março e abril recebem Abono Salarial 2017 a partir desta quinta
SES ressalta sobre cuidados para prevenir dengue
Receita alerta para e-mail falso sobre malha fina