Menu
20 de abril de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Super Banner SEGOV - VALE UNIVERDADE
Igualdade

Mototaxistas contra aplicativos

Manifestantes buscam regulamentação dos aplicativos

12 Fev2019Elaine Silva com Laureano Secundo10h20
(Foto: Luciano Muta)
  • (Foto: Luciano Muta)
  • (Foto: Luciano Muta)

Os motaxistas de Campo Grande, realizaram uma passeata até a Câmara Municipal, contra os aplicativos de transporte. Os manifestantes buscam a regulamentação do meio de transporte, para que assim seja igual e todos pagam impostos. A passeata aconteceu nesta manhã (12) e reuniu cerca de 300 manifestantes.  

A categoria seguiu pelas ruas Dom Aquino, 13 de Maio, Afonso Pena e enfim chegarão até a Câmara Municipal.  Os motoxistas relata que a facilidade os aplicativos atrapalham a concorrência, pois oferecem um serviço a um baixo preço e não pagam tributos.  Até o fechamento da matéria não mais informações sobrea manifestação.

O mototaxista José Rosa  que já trabalha com este serviço há mais de 12 anos, disse que entre taxas e impostos como ISS e Lei do Uso do Solo paga em torno de R$ 350,00 anualmente e de cinco em cinco anos tem que participar de cursos de reciclagem pagando em torno de R$ 400,00. "Para se mototaxista tive que pagar mais de R$ 700, no ano passado enquanto que para ser Uber um motorista basta fazer o cadastro no aplicativo", afirmou José Rosa.

 

Veja Também

Pediatras pedem fim da obrigatoriedade do Teste da Linguinha
Projeto acaba com regimes aberto e semiaberto para crimes violentos
Obra será concluída no prazo de um ano
Jornalista Fabiano Fresneda, que atuou na TV MS Record, morre em SP
Falta de acessibilidade em festa gera indenização a cadeirante
Presos fazem manutenção em universidade
Dívidas junto ao governo poderão ser pagas pela internet
PMA multa de infrator por desmatamento ilegal
MS tem 2ª maior taxa transmissão da dengue
Usuário de drogas é assassinado na madrugada