Menu
22 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Internacional

Mísseis da Coreia do Norte têm cada vez maior precisão

Todos os três mísseis lançados caíram na zona econômica exclusiva do Japão, o que foi avaliado como perigo direto para a segurança do país

16 Set2016Da agência Brasil13h32

A Coreia do Norte conseguiu aumentar a precisão dos seus mísseis balísticos com alcance até 1,3 mil quilômetros, comunica a agência Yonhap citando uma fonte do governo da Coreia do Sul. A informação é da Agência Sputnik.

A fonte acrescentou que os três mísseis balísticos testados no dia 5 de setembro alcançaram a zona de defesa aérea do Japão, tendo percorrido cerca de mil quilômetros e caído no mar em área com raio de um quilômetro, segundo a Yonhap.

Assim, o possível desvio dos mísseis da classe Nodon segundo a classificação ocidental, foi inferior ao limite de 2 a 4 quilômetros, diz ainda a agência.

"É difícil prever o que poderá acontecer se tais mísseis forem equipados com ogivas nucleares ou armas bioquímicas", acrescentou a fonte.

Na sexta-feira passada (9), a Coreia do Norte anunciou a realização bem-sucedida de um novo teste nuclear. Todos os três mísseis lançados caíram na zona econômica exclusiva do Japão, o que foi avaliado como perigo direto para a segurança do país.

Veja Também

ONU celebra suspensão de testes nucleares da Coreia do Norte
Mais de 1,4 mil travestis e transexuais pediram nome social no título
Obra de drenangem interdita trecho da Leão Neto na segunda-feira
Ponte de concreto para substituir a que caiu está 91% concluída
Confira os 12 erros mais cometidos na Declaração do IR
Tribunais e cartórios de MS serão inspecionados
Usando arte, evento alerta contra a cultura do estupro
Homem morre afogado após veículo cair em rio
Aposta feita em Brasília fatura mais de R$ 9 milhões na Mega-Sena
Fiocruz fabricará remédios contra HIV e hepatite C para ofertar no SUS