Menu
23 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Internacional

Mísseis da Coreia do Norte têm cada vez maior precisão

Todos os três mísseis lançados caíram na zona econômica exclusiva do Japão, o que foi avaliado como perigo direto para a segurança do país

16 Set2016Da agência Brasil13h32

A Coreia do Norte conseguiu aumentar a precisão dos seus mísseis balísticos com alcance até 1,3 mil quilômetros, comunica a agência Yonhap citando uma fonte do governo da Coreia do Sul. A informação é da Agência Sputnik.

A fonte acrescentou que os três mísseis balísticos testados no dia 5 de setembro alcançaram a zona de defesa aérea do Japão, tendo percorrido cerca de mil quilômetros e caído no mar em área com raio de um quilômetro, segundo a Yonhap.

Assim, o possível desvio dos mísseis da classe Nodon segundo a classificação ocidental, foi inferior ao limite de 2 a 4 quilômetros, diz ainda a agência.

"É difícil prever o que poderá acontecer se tais mísseis forem equipados com ogivas nucleares ou armas bioquímicas", acrescentou a fonte.

Na sexta-feira passada (9), a Coreia do Norte anunciou a realização bem-sucedida de um novo teste nuclear. Todos os três mísseis lançados caíram na zona econômica exclusiva do Japão, o que foi avaliado como perigo direto para a segurança do país.

Veja Também

Estudo avalia se hidrelétricas na Bacia do Paraguai causam impacto ambiental
OAB anuncia novo recurso contra cobrança de bagagem em aviões
TJ mantém condenação por homicídio culposo em acidente de trânsito
Caravana da Saúde está de volta e ampliada
Assomasul promove treinamento sobre fiscalização de imposto
Empresa realiza maratona de programação para escolher estagiários
Obras do Reviva Centro alteram linhas de ônibus neste fim de semana
Em Brasília, cemitério que abriga personalidades é ponto turístico
Universidade realiza corrida de carrinhos de rolimã neste sábado
Projeto de Fábio Trad atualiza legislação militar no combate a crimes sexuais