Menu
19 de agosto de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Ribas do Rio Pardo

Membro de facção criminosa colabora com a Polícia Civil

Após ser preso, 'Bandoleiro' revelou o local exato onde estariam escondidas mais drogas

16 Mai2019Byanca Santos - Especial para o Diário Digital18h15
(Foto: Divulgação/SIG)
  • (Foto: Divulgação/SIG)
  • (Foto: Divulgação/SIG)
  • (Foto: Divulgação/SIG)

Através de denuncias anônimas o Setor de Investigações Gerais da Polícia Civil de Ribas do Rio Pardo, prendeu na manhã da última quarta-feira, 15 de maio, prendeu membro da facção criminosa conhecida como “PCC” (Primeiro Comando da Capital), na zona rural do município.

Denílson José Pereira da Silva, apelidado dentro do partido como ‘Bandoleiro’, foi surpreendido pela polícia enquanto estava dormindo na residência de familiares na Fazenda Cassununga, a 30 km de Ribas do Rio Pardo.  Denílson estava respondendo criminalmente por tráfico de drogas, associação para o tráfico e receptação, e encontrava-se foragido.

Após ser preso, decidiu colaborar com as investigações e apontou o local exato onde estariam escondidas mais drogas.  As drogas estavam enterradas em sua casa, e foram localizados 34 tabletes, totalizando 749g (setecentos e quarenta e nove gramas).

Denílson irá responder por tráfico de drogas, associação para o tráfico e receptação, podendo pegar mais de 20 anos de prisão.

(Com informações do Setor de Investigações Gerais da Polícia Civil de Ribas do Rio Pardo)

Veja Também