Menu
18 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Meio ambiente

PMA autua fazendeiro em R$ 5 mil

Multa foi por degradação de áreas protegidas de matas ciliares de córrego

17 Set2017Da redação10h06

Uma área de matas ciliares de um córrego foi localizada com diversas degradações em uma propriedade rural, porque era utilizada para dessedentação e forrageamento de rebanho bovino no município de Cassilândia. O local se encontrava degradado por alguns processos erosivos, devido ao pisoteio dos animais e também as matas ciliares do curso d’água eram desmatadas.

Uma equipe de Policiais Militares Ambientais de Cassilândia que realizava fiscalização autuou ontem (16) o fazendeiro, por degradação e desmatamento de matas ciliares do córrego que corta sua propriedade (Área de Preservação Permanente – APP).

O infrator, de 63 anos, residente em Cassilândia, foi autuado administrativamente por danificar área considerada de preservação permanente (matas ciliares) e foi multado em R$ 5.000,00. Ele também responderá por crime ambiental e poderá pegar pena de detenção de um a três anos.

As atividades foram interditadas e o proprietário rural foi notificado a retirar o gado das áreas protegidas e a realizar um Plano de Recuperação de Áreas Degradadas e Alteradas (PRADA), junto ao órgão ambiental.

 

Veja Também

Prefeitura entrega cobertores para famílias carentes da Capital
Seja Digital intensifica agendamentos nos CRAS  a partir de segunda
Entidades de classe defendem Plano Diretor da Capital
Comissão aprova vacinação obrigatória e gratuita contra leishmaniose
Curso orienta sobre alimentação e não desperdício de alimentos
Limpeza em lagoa resulta na retirada de 50 sacos de lixo
Incêndio destrói depósito de recicláveis
Portugal libera uso da maconha para fins medicinais
Médico lança 'Dicionário de Saúde e Segurança do Trabalhador'
Obras e projetos anunciados para a Capital