Campo Grande •19 de Novembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner Governo - Refis

Da redação | Terça, 27 de Junho de 2017 - 11h57Greve geral é confirmada para sexta-feiraManifestantes lutam contra as reformas e pedem pelas Diretas Já

(Foto: Divulgação)

Centrais sindicais, federações e sindicatos de trabalhadores de Mato Grosso do Sul, que integram o Comitê Estadual Contra as Reformas Previdenciária e Trabalhista, já definiram parte da programação do grande ato nacional de sexta-feira (30), em protesto contra as reformas e pelas Diretas já. O ponto de encontro e de partida será a Praça Ary Coelho, às 9h e depois de percorrer a área central com carros de som e panfletagem, a manifestação termina em frente à governadoria, no Parque dos Poderes, onde estão acampados os policiais civis de MS, há quase um mês, em protesto ao descumprimento de acordos firmados pelo governador Reinaldo Azambuja, com a categoria.

O comitê ainda não tem uma posição a respeito dos setores que deverão paralisar suas atividades nesse dia de greve geral! Que será desencadeada em todo o Brasil, com o mesmo objetivo: frear o avanço das reformas e a retirada do presidente Temer do Poder para eleições diretas imediatas.

“Muitos sindicatos e federações estão realizando hoje e amanhã suas assembleias para decidir sobre a paralisação. Por isso ainda não podemos afirmar quantos e quais setores deixarão de atender à população nesse dia 30”, afirmo Elvio Vargas, um dos líderes do Comitê.

Entretanto, já ficou acertado que centenas de trabalhadores de Campo Grande e até do interior participarão dessa manifestação que começa na Praça Ary Coelho. “Acreditamos também que a própria sociedade, que já tem opinião formada também sobre os perigos que representam essas reformas e a permanência de Temer no governo, descerão para engrossar a luta e o movimento de Mato Grosso do Sul contra as reformas”, afirma José Lucas da Silva, coordenador da Central dos Sindicatos Brasileiros – CSB/MS e presidente da Feintramag.

Estevão Rocha dos Santos, diretor da Força Sindical MS também acredita na presença maciça de membros da comunidade nessa manifestação de sexta-feira. “As pessoas estão indignadas com essas ameaças aos trabalhadores que podem perder seus direitos trabalhistas e na aposentadoria”, afirma ele.

APOIO CULTURAL – Artistas que participaram do Ato-show no domingo, na Esplanada Ferroviária em Campo Grande, pelas Diretas já e contra as reformas, também confirmaram presença nesse ato  do dia 30 às 9 horas na Praça Ary Coelho e depois, seguindo até o Parque dos Poderes onde os policiais civis permanecem acampados até que o Governo atenda às suas reivindicações salariais e de condições de trabalho.

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis de MS Sinpol, Giancarlo Miranda, que também participa do Comitê Estadual Contra as Reformas, explica que os policiais vão permanecer acampados no Parque dos Poderes até que o governo cumpra os compromissos firmados com a categoria. Os policiais apoiam integralmente também a bandeira de luta contra as reformas e apoiam as Diretas já.  O presidente da CUT em Mato Grosso do Sul, Genilson Duarte afirma que as centrais sindicais (Força Sindical, CUT, CSB, CGTB, UGT, CTB e NCST), sindicatos e federações de trabalhadores de MS estão mais unidos do que nunca com esses propósitos encabeçados pelo Comitê. “Vamos pressionar nossos parlamentares para que eles se conscientizem que devem legislar para o povo e não contra a vontade popular, como acontece com as reformas”, explica.

Estevão Rocha dos Santos, diretor da Força Sindical convoca todos os trabalhadores e a comunidade em geral para engrossar a manifestação pública nesta sexta-feira às 9h na Praça Ary Coelho. “Essa luta é de todos nós. Precisamos arregaçar as mangas e participar para construirmos um Brasil melhor para nós e para nossos filhos”, afirma.

Veja Também
Marinha do Brasil e FAB auxiliam em buscas por submarino argentino
Prova do IFMS reúne mais de 3,4 mil candidatos em dez municípios
FAB participa da operação de busca a submarino argentino ARA San Juan
Restauração da entrada de Bonito vai receber ciclovia e R$ 9,6 milhões
Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 50 milhões
IFMS recebe R$ 1,2 milhão para desenvolvimento de softwares
Inscrições para praça de alimentação do 'Dourados Brilha' terminam amanhã
Prefeitura oferece cursos para servidores em parceria com Senai
Comissão analisa projeto que prevê ingresso gratuito em museus
Voo vai conectar MS a nove países a partir de dezembro
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
Rec banner - Patio central
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento