Campo Grande •22 de Novembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Governo - Governo Presente - Matrícula

Da redação | Quinta, 13 de Outubro de 2016 - 17h55Manifestantes criticam medidas do governo e colhem assinaturasProtesto foi realizado no Centro de Campo Grande na tarde desta quinta-feira

  
Manifestantes fizeram coleta de assinaturas contra a reforma da Previdência (Foto: Roberto Okamura)
  • Manifestantes fizeram coleta de assinaturas contra a reforma da Previdência
  • (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)

Integrantes da Frente Brasil Popular-MS realizaram ato nesta quinta-feira, 13 de outubro, às 16h, na esquina Calógeras e Afonso Pena, em Campo Grande. Eles denunciando perdas em educação, saúde e assistência social que, segundo os manifestantes, estão representadas pela PEC 241/2016 e outras medidas do governo federal

A PEC 241 congela gastos federais para os próximos 20 anos. “Isso significa falta de verbas em hospitais e escolas, é um freio nos investimentos em saúde e educação previstos na Constituição!  No entanto, essa mesma proposta não coloca limites para os juros da dívida, que vai aumentar e penalizar ainda mais os trabalhadores”, dizem os sindicalistas em nota divulgada à imprensa.

Quanto ao PL 4567, que exclui a Petrobras como operadora do pré-sal, ele representa retirar 50 bilhões de reais nos investimentos de educação e saúde e jogar no lixo as metas do Plano Nacional de Educação. Também retira 116 bilhões dos recursos da União para jogar na mão de investidores estrangeiros.

O protesto incluiu ainda coleta de assinaturas e críticas contra a reforma da Previdência do atual governo. “ A idade mínima para se aposentar vai para 65 anos, e, às próximas gerações, 70! Com a desvinculação do reajuste do salário mínimo, 22,1 milhões de brasileiros terão seus benefícios desvalorizados e 70% dos beneficiários terão sua renda congelada. O tempo de contribuição dos trabalhadores rurais irá para 65 anos”, dizem os manifestantes.

 

Veja Também
No 1º Júri da história de Figueirão, réu é condenado por homicídio
Anatel registra queda nas reclamações contra empresas de telecomunicação
Inscrições para residência médica do HU-UFGD encerram-se sexta-feira
Submarino desaparecido está em fase
Carreta da Justiça realiza 1º Júri da história da comarca de Figueirão
Parada LGBT será realizada neste sábado na Capital
Quarta, 22 de Novembro de 2017 - 12h54Atenção motoristas: BR-163/MS passa por obras da CCR MSVia Em caso de chuva, as obras poderão ser interrompidas
Mega-Sena acumulada pode pagar prêmio de R$ 50 milhões nesta quarta
Programa Saúde do Homem e da Mulher Rural do Senar chega a Figueirão
Governo rescinde contrato com empresa que iniciou Aquário do Pantanal
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
DothNews
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento