Campo Grande •18 de Fevereiro de 2018  • Ano 7
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner Águas Guariroba - Campanha Águas Faz Mais

Valdelice Bonifácio | Segunda, 4 de Setembro de 2017 - 17h28Justiça libera envolvido no caso SilveiraAlberto Mangelo, 20 anos, foi denunciado por receptação e já está em liberdade

(Foto: Reprodução/Facebook)

A Justiça concedeu liberdade provisória a Alberto Nunes Mangelo, 20 anos, que foi preso por receptação durante as investigações da morte do ex-vereador Cristóvão Silveira (PSDB) e sua esposa Fátima Silveira. Ele é filho do caseiro Rivelino Mangelo, de 45 anos, que planejou e executou o crime com ajuda dos filhos e um sobrinho.  À exceção de Alberto, todos os demais continuam presos.

O advogado dele Conrado Passos informou que pediu a liberdade provisória do cliente alegando que não está comprovada a participação dele no crime. Alberto foi encontrado em uma chácara distante 30 km de Aquidauana, no dia seguinte ao crime, 18 de julho. Com Alberto os policiais encontraram uma TV que pertencia ao casal assassinado. Por isso, ele foi enquadrado por receptação. O rapaz sempre alegou que não tinha conhecimento do crime.

De acordo com a acusação, os réus praticaram os seguintes crimes: Rivelino Nunes Mangelo – crimes de latrocínio, vilipêndio a cadáver, destruição parcial de cadáver; Rogério Nunes Mangelo - latrocínio; Rivaldo Nunes Mangelo - crimes de latrocínio, destruição parcial de cadáver. A ação penal foi ajuizada pelo Ministério Público Estadual (MPE) no dia 2 de agosto, na 4ª Vara Criminal de Campo Grande.

Embora o caseiro e seus comparsas tenham roubado a caminhonete L-200 do ex-vereador e outros objetos da residência do casal, Rivelino assegurou o dinheiro não foi a motivação principal do crime, mas sim o desejo de vingar-se do patrão. Ele alegou que vinha sendo humilhado e ameaçado.

Silveria e a esposa foram mortos por esfaqueamento. A mulher foi encontrada seminua e com as partes íntimas queimadas, indicando possível violência sexual.

Veja Também
Sábado, 17 de Fevereiro de 2018 - 16h37Mãe que está presa com bebê consegue HC Justiça concede habeas corpus a mulher que deu a luz logo após prisão
Sindicalistas protestam contra reforma previdenciária
MS pode receber venezuelanos
MS não teve casos de febre amarela
Prefeitura entrega obra de escola que estava parada
Hora de atrasar o relógio
Sábado, 17 de Fevereiro de 2018 - 06h25Chuva e muito sol Na parte da tarde as temperaturas permanecem altas
MEC prorroga prazo para adesão do Programa Mais Alfabetização
Aberta licitação para revitalizar Rua 14 de Julho
Horário de verão termina à meia-noite do sábado (17)
Square notícias UCI 2018
Vídeos
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothShop
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2018 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento