Menu
30 de março de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Sonho

Matemático paga curso vendendo 16 alfajores por dia

Sonho em ter uma graduação, Luiz vende doces na faculdade para pagar as mensalidades

10 Mar2020Thays Schneider11h35
(Foto: Lucianao Muta)
  • Docinhos custa apenas R$ 3
  • (Foto: Lucianao Muta)
  • (Foto: Lucianao Muta)
  • (Foto: Lucianao Muta)
  • (Foto: Lucianao Muta)

Sem dinheiro para pagar a faculdade e com o sonho de ter uma graduação, o acadêmico de matemática Luiz Infran Lorentz de 23 anos, vende alfajor para pagar as mensalidades do curso que tanto sonha em concluir. De família humilde sem condições Luiz vende doces na faculdade e em alguns pontos de Campo Grande.

O universitário conta que fazia estágio, mas o contrato acabou como não ele ainda não se formou não pode dar aulas. “Precisava continuar meus estudos, meus pais não tinha condição de pagar resolvi vender alfajor e teve uma repercussão tão grande, que agora eu vendo tudo o que levo”, diz o acadêmico.

A meta era vender 16 alfajores por dia, mas a repercussão foi tão grande que estou vendendo até mais. Para pagar as mensalidade da universidade Luiz precisa vender 300 Alfajores por mês, ele disse que conseguiu bater a meta.

Luiz consegue conciliar a produção de doces com estudos, ele faz os Alfajores pela manhã, atarde ele estuda em casa as tarefas da faculdade e anoite ele vai para aula e vende os docinhos que caíram no gosto dos universitários.

Além ser de professor de matemática Luiz sonha sem ser Fiscal Tributário, ele garante que está estudando firme para o concurso, ele acredita que todo esforço tem uma recompensa.

Universitário apreendeu a fazer os doces com a mãe, e hoje vende na faculdade, na rua e estabelecimentos por R$ 3 valor pequeno que ajuda a manter firme o sonho de se formar em matemática.

 

Veja Também