Menu
27 de maio de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega banner ALMS - AUDIÊNCIA PÚBLICA
Trânsito

Intervenções da CCR MSVia obrigam a operações pare-e-siga na BR-163/MS

Em caso de chuva, as obras poderão ser interrompidas

28 Jul2017Da redação10h57

A realização de obras e serviços da CCR MSVia na BR-163/MS obriga a realização de operações pare-e-siga e desvios na rodovia. Nesses locais, o tráfego em uma faixa é interditado, enquanto a outra é utilizada para a passagem dos veículos nos sentidos Norte e Sul, alternadamente. Esses trechos estão amplamente sinalizados.

A Concessionária explica que a ação contribui para a segurança tanto de motoristas que trafegam pela rodovia quanto dos operários que atuam nas obras, uma vez que a redução de velocidade na aproximação desses pontos da rodovia é uma atitude muito importante que vai ao encontro das melhores práticas de direção defensiva.

Pontos com desvios:

Campo Grande – entre os kms 486 e 484 e entre os kms 492 e 490;

Douradina – entre os kms 300 e 299 e

Dourados – entre os kms 268 e 263.

Pontos com pare-e-siga:

Pedro Gomes/Sonora – entre os kms 808 e 807;

Pedro Gomes/Coxim – entre os kms 771 e 770;

Rio Verde de Mato Grosso – entre os kms 713 e 712;

Nova Alvorada do Sul – entre os kms 392 e 391;

Caarapó – entre os kms 222 e 221;

Naviraí – entre os kms 134 e 132.

Em caso de chuvas as obras poderão ser suspensas, retornando tão logo elas cessem. Todos os trechos estão sinalizados.

A CCR MSVia alerta que o cronograma de obras e serviços é dinâmico, ou seja, outros pontos de intervenção com pare-e-siga ou desvio de tráfego podem ocorrer ao longo do dia. Acompanhe a evolução da situação de tráfego da BR-163/MS por meio do site www.msvia.com.br em tempo real, ou ligue para o Disque CCR MSVia pelo 0800 648 0163 (ligações gratuitas, inclusive para celulares).

Veja Também