Menu
26 de agosto de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Nova Lei

Instrutores de trânsito não precisam da categoria “D”

A partir de agora, basta que o profissional seja habilitado há pelo menos dois anos

13 Ago2019Da redação10h35

O governo federal publicou na última sexta-feira (09), a Lei nº 13.863, de 8 de agosto de 2019, que retira a exigência de categoria “D” para o exercício da profissão de instrutor de trânsito.

A partir de agora, basta que o profissional seja habilitado há pelo menos dois anos, independente da categoria, para poder instruir candidato à habilitação para categoria igual ou inferior àquela em que esteja habilitado.

A chefe de Divisão de Supervisão de CFC's (Centro de Formação de Condutores) do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul),  Glaucimara Schneider, explica que em 2010 foi imposto pela Lei nº 12.302, de 2 de agosto de 2010, o requisito de 1 (um) ano na categoria para o exercício da atividade de Instrutor de Trânsito. A desobrigação desse requisito vai ao encontro do discurso do governo Federal em desburocratizar cada vez mais o processo de habilitação. "Consideramos adequado que o instrutor de trânsito possa instruir candidato à habilitação para categoria igual ou inferior àquela em que esteja habilitado, contando que tenha, pelo menos, 2 (dois) anos de efetiva habilitação legal para a condução de veículo", comentou.

Clique aqui e confira a nova lei na íntegra.

Veja Também

Câmara aprova projeto que amplia posse de arma em propriedade rural
Brasil tem superlotação carcerária de 166% e 1,5 mil mortes em presídios
Brasil conclui testes de soro inédito para picadas múltiplas de abelha
Até 2030, acidentes de trânsito serão a sétima maior causa de morte
Aprovado projeto que exige de agressor ressarcimento ao SUS
Bebê recebe nome do fundador de Campo Grande
Projeto define a quem idoso deve comprovar idade para ter passagem gratuita
Projeto facilita atendimento a pessoas com deficiência em órgãos públicos
Expedição revela novas imagens de deterioração do Titanic
Moro autoriza envio da Força Nacional para combater desmatamento