Campo Grande •23 de Fevereiro de 2018  • Ano 7
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner Águas Guariroba - Campanha Águas Faz Mais

Da redação | Terça, 20 de Setembro de 2016 - 13h53Instituto Arara Azul realiza manejo de risco em ninho de arara CanindéIniciativa é parte do projeto Aves Urbanas

A ação vai retirar a cinta metálica que liga duas palmeiras e que, no momento, abrigam filhotes com aproximadamente uma semana de vida.
A ação vai retirar a cinta metálica que liga duas palmeiras e que, no momento, abrigam filhotes com aproximadamente uma semana de vida. (Foto: Divulgação)

Nesta quarta-feira, dia 21, das 8h30 às 11h, dois ninhos de araras, que se encontram na região do Parque Linear, passarão por um manejo diferente. O Instituto Arara Azul e o Corpo de Bombeiros, Exército, Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (Semadur) e a prefeitura vão realizar uma operação para eliminar o risco de acidente no local de reprodução da arara Canindé. A ação vai retirar a cinta metálica que liga duas palmeiras e que, no momento, abrigam filhotes com aproximadamente uma semana de vida. A Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) fará a organização do tráfego no local.

De acordo com a presidente do Instituto Arara Azul e professora dos programas de mestrado e doutorado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional da Uniderp, Neiva Guedes, o acessório de ferro foi instalado pelo poder público para auxiliar no crescimento das palmeiras transplantadas na região há alguns anos.

“As árvores acabaram secando, o que atraiu as araras. Porém, com o desgaste causado pelo tempo e os fenômenos naturais, a parte superior dos troncos ficou oca o que aumenta as chances de rompimento há qualquer momento. Tal acidente provocaria a queda da cinta metálica, podendo matar as aves e causar um dano à população que trafega no local,” esclarece a bióloga.

Antes da remoção do objeto, biólogos do instituto vão retirar os filhotes dos ninhos que passem por uma avaliação de saúde, pesagem e medição no local. Em seguida, as palmeiras receberão manejo ambiental para garantir mais segurança aos animais. “O envolvimento de vários órgãos públicos e a luta do Instituto pela conservação das araras, há 26 anos, demonstra que ter essas aves na cidade é realmente um orgulho. Agradecemos o secretário Rui Nunes da Silva Júnior, as biólogas da Divisão de Fiscalização de Áreas Verdes e Postura Ambiental, e os oficiais do Exército, coronel José Roberto Melo Queiroz, e do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel Romero Inácio de Souza e coronel Hudson Faria de Oliveira, que se dispuseram a ajudar”, completa.

Além do Projeto Arara Azul, o Instituto desenvolve o projeto Aves Urbanas, Araras na Cidade, que realizam o monitoramento e manejo de araras principalmente da espécie Canindé, comuns no céu de Campo Grande.  Coordenada pela bióloga e doutoranda da Uniderp, Larissa Tinoco Barbosa, a iniciativa ainda conta com o apoio da Toyota, que disponibiliza veículos para o trabalho de campo. No último ciclo de reprodução, de julho de 2015 a fevereiro de 2016, o Instituto Arara Azul cadastrou 20 novos ninhos, totalizando mais de 60 abrigos reprodutivos acompanhados na capital. 

Veja Também
Sexta, 23 de Fevereiro de 2018 - 12h27União pode suspender repasse Para milhares de municípios brasileiros estão em situação irregular
Rio da Prata volta cobrir trilha
Sexta, 23 de Fevereiro de 2018 - 06h47Temperatura pode chegar a 31° Possibilidade chuvas isoladas no final da tarde
Clientes do Banco do Brasil poderão fazer transações pelo Facebook
Extração de gás de xisto pode trazer prejuízos a MS, alerta MS
Criança encontra dinheiro na rua e entrega à polícia
Utilidades para o gás GLP que você não sabia
Árvore cai em cima de residência no Bairro Caiçara
Cadastro biométrico será suspenso neste fim de semana
Governador anuncia ajuda emergencial a desabrigados
Square notícias UCI 2018
Vídeos
Diário Digital no Facebook
DothShop
Rec banner - Patio central
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2018 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento