Menu
23 de março de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Mega Banner Aguas Guariroba -  Campanha Março - Obras 2019
Páscoa

Indústria do chocolate otimista

Empresários esperam aumentar faturamento em 10%

15 Mar2019laureano Secundo08h36

Os empresários da indústria de chocolate do Estado já constataram um aumento da demanda por ovos e outros produtos e, para este ano, aguardam faturamento 10% superior ao registrado no mesmo período comemorativo de 2018. esse aumento já é reflexo da proximidade do período de Páscoa, uma das melhores datas para as indústrias de chocolate no ano por gerar um aumento significativo na produção e em empregos temporários, também deixa otimistas os empresários de Mato Grosso do Sul.
Tanto que, com a produção aquecida, os empresários já investem na contratação de mão de obra temporária para a confecção e para a venda dos produtos. Em Dourados (MS), por exemplo, a Comercial Pelicano, que há 25 anos fabrica e comercializa ovos de Páscoa e embalagens para a fabricação caseira do produto, vai reforçar o número de funcionários.
“Vamos ampliar a linha de produção em cerca de 30%, um percentual inclusive maior do que ano passado, e fazer o mesmo com o número de representantes de comerciais, que esperamos contratar pelo menos 20, para fazer as vendas em todas as regiões do Estado”, afirmou o proprietário Rubens Luiz Triaca.

O empresário aposta no faturamento 10% maior ao levar em conta fatores como o crescimento progressivo da atividade nos últimos anos, apesar do período de recessão e redução do poder de compra das famílias nos últimos anos. “Ainda que todos passaram por um período de dificuldade, os estoques de ovos de Páscoa no supermercado sempre foram zerados. O que é produzido, é vendido”, analisou.
Em Campo Grande, a Sweet Confeitaria, que desde 2007 atua no mercado de confeitaria e, três anos depois, enxergou na produção de ovos de Páscoa uma oportunidade de ampliar as vendas e o catálogo de produtos, também trabalha com a expectativa de faturar 10% a mais em 2019. “Começamos a preparar catálogo no início do ano e, passado o Carnaval, é hora de iniciar a produção”, disse a proprietária Andressa Sandri.
A empresária acrescenta que já aumentou o quadro de funcionários em 10% e esperamos obter, pelo menos, esse mesmo percentual no que diz respeito ao aumento das vendas. “Inclusive ampliamos a produção em 20% porque, caso haja sobra, os produtos são adquiridos mesmo após a Páscoa”, afirmou.

Veja Também