Menu
19 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Saúde

HU-UFGD recebe nova etapa do Projeto Paciente Seguro

Programação inclui palestras e reuniões de acompanhamento das ações já implantadas

15 Fev2017Da redação15h10

O Projeto Paciente Seguro, que está sendo implantado no Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados (HU-UFGD) desde novembro passado, está recebendo esta semana a segunda visita da equipe de monitoramento responsável pela coordenação do projeto.

Coordenado pelo Hospital Moinhos de Vento, de Porto Alegre (RS), o projeto Paciente Seguro nasceu de uma demanda do Ministério da Saúde, por intermédio do Escritório de Projetos do Programa de Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), que permite o desenvolvimento de ações nas áreas de gestão, educação, assistência e pesquisa.

Em todo o país, 15 hospitais foram selecionados para integrar o projeto. O objetivo é proporcionar a qualificação do cuidado em estabelecimentos de saúde, com o desenvolvimento de ferramentas de gestão, educação e práticas compartilhadas voltadas à segurança do paciente.

Os temas abordados nesta etapa de acompanhamento do projeto são relativos à prevenção de quedas e à prevenção de erros relacionados à medicação. “A proposta do projeto é iniciar com pequenas ações que, depois de consolidadas, permitem a expansão para outros setores. E é o que estamos fazendo”, explica a enfermeira Graciela Bet, do Núcleo de Segurança do Paciente do Hu-UFGD.

Na avaliação da enfermeira Louise Hoffmeister, do Projeto Paciente Seguro, as ações implantadas até o momento no HU-UFGD estão de acordo com as diretrizes da equipe coordenadora. “Podemos dizer até que os resultados superaram nossa expectativa. Percebemos que as pessoas estão bastante motivadas e envolvidas, e que há grande empenho do Núcleo de Segurança do Paciente. Isso nos deixa otimistas”, comenta.

A próxima visita da equipe do Hospital Moinhos de Vento está prevista para o período entre março e abril, quando será avaliado o andamento das ações que estão sendo propostas nesta etapa, desenvolvida durante terça (14) e quarta-feira (15) sob a coordenação da enfermeira Louise Hoffmeister e da farmacêutica Daniele Cristina dos Santos.

O trabalho de acompanhamento do projeto deve ser concluído em novembro deste ano. “A proposta é que até lá a gente possa instrumentalizar a equipe para que o hospital continue utilizando a metodologia implantada”, conclui Louise.

Para saber mais sobre o Projeto Paciente Seguro, clique aqui.

Veja Também

Internos concluem curso de Corte e Costura no interior
Governo Federal reconhece estado de emergência em 184 cidades
Ex-servidores do HU viram réus por desvio de dinheiro
Nova procuradora toma posse no MPT-MS
Mortos em acidente na BR são identificados
Falha em ônibus atingido por trem está sendo investigada
Projeto proíbe cobrança para religação de água e luz em caso de corte
TCU investigará se cobrança de bagagem barateou passagens aéreas
Ministério condena assédio de brasileiros a mulher na Rússia
Seminário discutirá correção monetária dos valores das modalidades licitatórias