Menu
24 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Governo do Estado - Gestão por Competência
Saúde

Hospital de Câncer inaugura 20 novos leitos de UTI

Novas alas do hospital têm ainda salas de exames, além de consultórios

17 Out2016Da redação16h00
Ambientes foram decorados com quadros pintados pelo artista Isaac de Oliveira (Foto: Roberto Okamura)
  • Novos equipamentos já estão instalados e prontos para começar o atendimento aos pacientes
  • Ambientes foram decorados com quadros pintados pelo artista Isaac de Oliveira (Foto: Roberto Okamura)
  • No novo prédio, nomes dos ambientes homenageiam os benfeitores do hospital (Foto: Roberto Okamura)
  • Instrumento doado pelo cantor Luan Santana está na recepção (Foto: Roberto Okamura)
  • Calendário com fotos das pacientes está sendo vendido para ajudar a Rede Feminina de Combate ao Câncer (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)

O Hospital de Câncer Alfredo Abrão (HCAA), no Centro de Campo Grande, está inaugurando nesta segunda-feira, dia 17 de outubro, novas alas e leitos hospitalares, no novo prédio da instituição que está sendo edificado bem ao lado do atual. Serão entregues os setores do subsolo e térreo, onde funcionarão 20 Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), salas de exames de imagens (Raio X, Mamografias, Ultrassonografias, Tomografias), consultórios, recepção e salas administrativas.

Dentre as 20 novas unidades de UTIs duas estão preparadas para casos de isolamento. O novo prédio ainda está em construção ao lado do atual. A expectativa do hospital é de que até o final de 2018, o prédio esteja concluído.

Dentro do projeto de ampliação do hospital, em agosto deste ano foram inaugurados oito novos leitos de UTI. Somados aos quatro já existentes no local, são 12 leitos mantidos pelo governo do Estado. Com a abertura do novo prédio, o numero de leitos de UTI adulto está sendo ampliado para 20, tornando-se a maior estrutura de leitos de UTI em Mato Grosso do Sul.

Os ambientes da nova ala hospitalar estão decorados com quadros de artistas como Isaac de Oliveira. Além disso, os ambientes levam nomes de benfeitores do hospital. A recepção por exemplo recebeu o nome de Espaço Michel Teló. Na parede está exposto ainda um violão doado pelo cantor Luan Santana.

Atualmente, o hospital atende 16 mil pacientes por mês, incluindo todos os procedimentos como  exames de imagem, radioterapia, quimioterapia, internação, cirurgia e consulta. Com isso, a expectativa é de fechar o ano atendendo 190 mil pacientes para tratamento de câncer, crescimento de 80% se considerado o número apurado em 2013, por exemplo, quando o estabelecimento atendeu 109 mil pessoas.

Para a conclusão das obras, foram investidos R$ 1,2 milhão em recursos do Governo do Estado. O hospital também recebeu R$ 400 mil de emendas parlamentares de deputados estaduais e R$ 208,5 mil do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS). Os recursos serão utilizados para equipar os setores do hospital.

Veja Também

Lei que dá desconto no IPTU a quem instalar câmeras é promulgada
Parque da Capital é fiscalizado após denúncia popular
Canditados já podem conferir se tiveram ou não isenção no Enem
Em Três Lagoas, artesãos serão cadastrados e receberão carteirinha
OAB-MS acionará CNJ contra obrigação de digitalizar processos
Vale Universidade Indígena convoca pré-habilitados para nova etapa
Governo premiará servidores que desenvolvem boas práticas no serviço público
Economia Parcelamento de dívidas de micro e pequenas empresas é regulamentado Valor da parcela mínima será de R$ 50,00 para o microempreendedor individual
Moringa pode purificar a água e ainda combater a desnutrição pelo mundo
Secretário fala de ações do Estado para reforçar a segurança na fronteira