Campo Grande •25 de Fevereiro de 2017  • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Banner Governo do Estado - Campanha Carna AIDS

Da redação | Quarta, 21 de Setembro de 2016 - 17h29Homem que matou a ex-esposa pega 16 anos de prisãoApós o crime, réu passou 16 anos foragido e foi julgado e condenado nesta quarta-feira

Em julgamento realizado hoje (21), na 2ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, o réu Josuel Aparecido da Silva foi condenado à pena de 16 anos de reclusão, em regime fechado, pelo crime de homicídio qualificado. Ele é acusado de matar a ex-esposa em 1999. Depois do crime, ele passou 16 anos foragido.

Segundo a acusação, o denunciado e a vítima estavam separados, sendo que no dia do fato o réu compareceu na residência da ex-esposa, no bairro Coophatrabalho, com a intenção de reatar o relacionamento, oportunidade que a convidou para passear e conversar um pouco. Após a conversa, vítima e acusado retornaram até a residência, onde a mulher junto com o filho adentraram ao portão, mas o acusado ali permaneceu.

Ainda conforme a denúncia, enquanto a vítima caminhava para o fundo da residência, o denunciado sacou o revólver, efetuou os disparos e logo em seguida fugiu.

O Ministério Público ressaltou que o réu agiu por motivo torpe, porque a ex-companheira não quis reatar o relacionamento, sendo que ele não aceitava a separação, bem como usou de recurso que dificultou a defesa dela, pois dissimulou o propósito de homicida, convidando-a para irem conversar e depois atingiu-a pelas costas quando esta adentrava na residência.

Durante a sessão de julgamento, a acusação requereu a condenação conforme os termos da pronúncia, com o reconhecimento da reincidência. A defesa sustentou as teses de absolvição por clemência e exclusão das qualificadoras.

Reunido em sala secreta, o Conselho de Sentença condenou o réu por homicídio qualificado, nos termos da pronúncia. O juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Aluízio Pereira dos Santos, fixou em definitivo a pena-base do réu J.A. da S. em 16 anos de reclusão, em regime fechado, pelo crime de homicídio qualificado.

Veja Também
Ferramenta avaliará compra e distribuição de equipamentos para o SUS
Prefeitura disponibiliza computadores para distrito de Anhanduí
Anatel recebeu 3,9 milhões de reclamações no ano passado
Governo do Estado abre inscrições para o primeiro GovLab em MS
Bancos ficarão fechados na segunda e na terça de Carnaval
Máquina é capaz de realizar 180 testes por hora e 30 mil por dia
Confira o que abre e fecha no período de Carnaval no Governo de MS
Filha de paciente que morreu à espera de vaga em UTI será indenizada
Prefeitura da Capital limita Uber a 490 motoristas
Sábado, 25 de Fevereiro de 2017 - 06h59Dia será nublado a parcialmente nublado na Capital Temperatura pode chegar a 31° no período da tarde
Ótica Diniz
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - cirurgia.net
DothShop
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento