Menu
17 de outubro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Estado

Governo poderá cancelar aposentadorias

Benefício poderá ser cassado se for comprovada infração grave ou ilícita durante a função

18 Set2019Da redação15h18

O governo de Mato Grosso do Sul poderá cancelar aposentadorias de servidores públicos estaduais se comprovada infração grave ou ilícita durante o exercício de suas atividades. Projeto de lei neste sentido, de autoria do próprio Poder Executivo, foi aprovado pelos deputados estaduais nesta quarta-feira, 18 de Setembro.

O Projeto de Lei 209/2019 enviado pelo governo do Estado foi o último item votado na sessão de hoje. A matéria foi aprovada em primeira discussão e vai à segunda, ainda sem data marcada. O deputado Pedro Kemp (PT) descreveu as alterações contidas no projeto de lei.

“Traz alterações no estatuto dos funcionários públicos, permitindo que os controladores-gerais do Estado possam cancelar a aposentadoria do servidor, quando comprovada infração grave ou ilícita durante o exercício de suas atividades. Também versa sobre as férias dos professores, que serão de 30 dias, com recesso no meio do ano de 15 dias, não sendo mais pago o adicional de 45 dias de férias a estes profissionais”, divulgou o parlamentar. 

(Com informações da assessoria de imprensa da Assembleia Legislativa)

Veja Também

Ação para o Dia Mundial da Alimentação promove exposição interativa no CEI
Fiscalização flagra trabalhadores rurais mantidos em condições degradantes
Resultado provisório da eleição para conselhos tutelares é suspenso
Kits da 9ª Corrida Noturna da Cassems serão entregues a partir de amanhã
Programa recolhe lixo eletrônico e material reciclável
Seleta realiza evento para arrecadar recursos para projetos
Equipe da Clínica da Mulher promove o Dia D de Prevenção no Outubro Rosa
Bancada federal de MS define onde aplicar emendas para 2020
Município terá R$ 90 milhões de emendas da bancada federal
Cemitérios dos distritos são preparados para o dia de finados