Menu
15 de agosto de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Segov - Campanha Doe Sangue
Infraestrutura

Governo inicia obras de mil casas em Campo Grande

Prazo é de 30 dias para iniciar as obras

14 Fev2018Da redação11h20

Começam em 30 dias a construção das mais de mil moradias viabilizadas pelo Governo do Estado em Campo Grande. Ao todo, 1.138 casas e apartamentos serão entregues na Capital para famílias que possuem renda mensal de até R$ 1,8 mil.

“Conseguimos essas moradias através de uma parceria entre o Governo do Estado, a prefeitura de Campo Grande, o Ministério das Cidades e a Caixa Econômica Federal. Vamos atender as mais de mil famílias com casas e apartamentos que terão toda a infraestrutura: piso cerâmico, reboco, laje e com todo padrão qualidade”, afirma a diretora-presidente da Agência de Habitação Popular de MS (Agehab), Maria do Carmo Avesani Lopez.

Segundo ela, as empresas que assinaram contrato para a construção dos imóveis têm 30 dias para organizar o canteiro de obras e dar início aos empreendimentos. Foram contemplados projetos habitacionais no residencial Portal Laranjeiras; Sírio Libanês I e II; Jardim Aero Rancho; e Jardim Inápolis.

“Reivindiquei [no Ministério das Cidades] a inclusão da nossa Capital e de Mato Grosso do Sul na seleção de novas moradias para diminuirmos o déficit habitacional. Agora, não tenho dúvidas de que fomos contemplados com projetos de qualidade, para que nossa população seja beneficiada com moradias dignas”, garantiu Reinaldo Azambuja.

Ao todo, serão investidos R$ 109 milhões em todas as construções, sendo R$ 19 milhões de contrapartida do Governo de Mato Grosso do Sul. O agente financeiro dos projetos é a Caixa Econômica Federal e os recursos federais são do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR).

Bairros - Do total de moradias, 448 serão construídas no bairro Aero Rancho (224 no residencial Aero Rancho 7 e 224 do residencial Aero Rancho 8); 66 ficarão no Núcleo Industrial, no condomínio residencial Jardim Inápolis; 256 serão erguidas no bairro Santo Amaro, no residencial Sírio Libanês; e 368 no Jardim Tarumã, no residencial Portal Laranjeiras.

Veja Também

Estação Peg-Fácil da Rua 14 de Julho continua em funcionamento
Projeto autoriza MP a investigar abusos cometidos por policiais
TRF3 manda recadastrar e distribuir cestas a indígenas de MS
Balança inteligente traça perfil de saúde
Quase 90% das crianças está sem vacina
MP recomenda que Nova Alvorada implemente Projeto Família Acolhedora
Aplicativo avisa pais sobre falta dos alunos
Universidades terão incentivo para controlar obesidade
Clima Temperatura poderá chegar a 29° Umidade relativa do ar pode ter uma melhora nesta quarta-feira
Aprovado projeto para medidas protetivas a servidores da educação