Menu
27 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Governo do Estado - Gestão por Competência
IPVA 2017

Governo emite 961 mil carnês do IPVA

Expectativa é arrecadar R$ 560 milhões

24 Nov2016Da redação15h59

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Fazenda, está emitindo 961 mil carnês referentes ao pagamento do Imposto Sobre Veículos Automotores (IPVA) 2017. Conforme o secretário de Fazenda, Marcio Monteiro, a expectativa de arrecadação gira em torno de R$ 560 milhões. Atualmente, o Governo concede desconto de 30%, reduzindo a alíquota de 5% para 3,5%. A informação está publicada no Diário Oficial nesta quarta-feira (23), bem como os índices para todas as categorias.

De acordo com dados da Sefaz, o número da frota de veículos em MS subiu de 848.058 em 2015, passando para 915.333 em 2016 e 961.368 em 2017. O secretário explica que com base nos documentos lançados, o total da arrecadação do IPVA fica em R$ 640 milhões. Entretanto, devido a inadimplência que ocorre todos os anos, deve fechar em R$ 560 milhões.

“Nos fazemos uma média com base no número de carnês lançados. Mas a inadimplência é prevista e o fator que mais contribui para isso com certeza é a crise econômica. Hoje o governador Reinaldo Azambuja entende que deve ser mantido o desconto de 30%, mesmo com a legislação determinando 5%. Lembrando sempre que a Sefaz vem procurando priorizar e dar atenção especial na cobrança daqueles que estão inadimplentes com seus impostos e consequentemente o IPVA”, declarou Monteiro.

O IPVA é a segunda fonte de arrecadação tributária do Governo do Estado. Os recursos são revertidos em melhorias para os cidadãos. Em 2015 foram arrecadados R$ 381,7 milhões. De janeiro a outubro de 2016, a arrecadação do IPVA gerou aos cofres públicos uma receita de R$ 514 milhões. O secretário ponderou que o aumento para cerca de R$ 560 milhões em 2017, na expectativa de arrecadação, se deve a dois fatores: atualização da tabela Fipe e ao aumento da frota.

A primeira parcela do IPVA vence no dia 31 de janeiro de 2017. Contudo o governo antecipa o envio dos carnês com o objetivo de dar mais comodidade e tempo para que os contribuintes possam se planejar. A previsão é que até o dia 30 de novembro todos tenham recebido os carnês em suas residências.

O formulário segue em formato único, independente da opção do contribuinte de pagar à vista ou em até cinco vezes. Quem preferir pagar à vista conta ainda com o abatimento de 15% no valor total apurado.

Para os que preferirem o parcelamento, as datas de vencimento serão 31 de janeiro para a primeira parcela; 24 de fevereiro para a segunda; 31 de março para a terceira; 28 de abril para a quarta; e a última vence em 31 de março. 

Veja Também

Vítima de acidente, engenheira morre em hospital
Prefeitura da Capital afirma ter suprido déficit de medicamentos
23° Encontro de Estudantes de Relações Internacionais será na Capital
Vereadora solicita construção de UBS para bairros da Capital
Usina indenizará vítima de atropelamento em rodovia
Câmeras flagraram atropelamento fatal
Vacinação contra gripe na Praça Ary Coelho
Vereador apresenta projeto a supermercados para reaproveitar alimentos
TJ permite que candidata continue em concurso para escrivã de Polícia
População retira kit gratuito para sinal digital