Campo Grande •18 de Fevereiro de 2018  • Ano 7
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner Águas Guariroba - Campanha Águas Faz Mais

Da redação | Sexta, 30 de Dezembro de 2016 - 11h28Governo afirma ter entregue mais de 5 mil moradias em 2016Agehab garantiu a construção de 1.672 novas unidades habitacionais nos 79 municípios

(Foto: Divulgação/Governo de MS)

O sonho da casa própria virou realidade para mais de cinco mil famílias sul-mato-grossenses em 2016. Só este ano, o Governo do Estado inaugurou 5.053 moradias populares. Além disso, a Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (Agehab), vinculada a Secretaria de Estado de Habitação (Sehab), garantiu a construção de 1.672 novas unidades habitacionais nos 79 municípios do Estado.

Entre as unidades inauguradas estão casas urbanas, rurais e indígenas, destinadas a famílias com diferentes níveis de renda. Só em Três Lagoas foram entregues 1.432 apartamentos do Residencial Orestinho I, II e III – considerado a maior entrega do ano. Todos os empreendimentos foram construídos através da parceria entre os governos Estadual, Federal e Municipal.
Das 1.672 moradias contratadas pelo Governo do Estado em 2016, por meio da Sehab, 737 unidades são do Programa Minha Casa Minha Vida – Entidades, 515 são casas rurais do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR) e 422 residências são do Programa Habitacional Financiado e Subsidiado do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Programa FGTS - O programa Habitacional Financiado e Subsidiado com recursos do FGTS do Programa Carta de Crédito Associativo, idealizado pelo Governo do Estado em parceria com o Governo Federal e municípios, concretizou neste ano o sonho de 422 famílias sul-mato-grossenses.

O programa visa atender famílias com renda familiar de R$ 1,3 mil a R$ 3.520,00 e que tenham interesse e capacidade de financiar a sua moradia em até 30% da renda. As mesmas não podem ter restrições cadastrais.

Projeto Lote Urbanizado - Mais um projeto idealizado pelo Governo do Estado em 2016, o Lote Urbanizado foi pensado pelo governador Reinaldo Azambuja, que sancionou a Lei nº 4.888, de 20 de julho de 2016, que institui os “Projetos Lote Urbanizado, Aquisição, Autoconstrução, Reforma e Ampliação de Unidade Habitacional para População de Baixa Renda de Mato Grosso do Sul”.

Realizado em parceria com municípios, a Agehab será responsável por subsidiar a construção da fundação de uma residência até o contrapiso, fossa séptica e o sumidouro – a primeira fase da construção, com um prazo de seis meses para a implantação. O município doará o terreno com as matrículas individualizadas e licença ambiental, arruamento, infraestrutura básica (água e energia), iluminação pública e fiscalização técnica da obra. Já o pretendente (morador) será responsável pelo material de construção civil e a mão de obra.

O projeto, que já foi apresentado para os municípios, teve a adesão de 22 prefeituras até o momento e deve ser implantado em 2017.

Veja Também
Sábado, 17 de Fevereiro de 2018 - 16h37Mãe que está presa com bebê consegue HC Justiça concede habeas corpus a mulher que deu a luz logo após prisão
Sindicalistas protestam contra reforma previdenciária
MS pode receber venezuelanos
MS não teve casos de febre amarela
Prefeitura entrega obra de escola que estava parada
Hora de atrasar o relógio
Sábado, 17 de Fevereiro de 2018 - 06h25Chuva e muito sol Na parte da tarde as temperaturas permanecem altas
MEC prorroga prazo para adesão do Programa Mais Alfabetização
Aberta licitação para revitalizar Rua 14 de Julho
Horário de verão termina à meia-noite do sábado (17)
Square notícias UCI 2018
Vídeos
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2018 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento