Campo Grande •27 de Junho de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Da redação | Sexta, 30 de Dezembro de 2016 - 11h28Governo afirma ter entregue mais de 5 mil moradias em 2016Agehab garantiu a construção de 1.672 novas unidades habitacionais nos 79 municípios

(Foto: Divulgação/Governo de MS)

O sonho da casa própria virou realidade para mais de cinco mil famílias sul-mato-grossenses em 2016. Só este ano, o Governo do Estado inaugurou 5.053 moradias populares. Além disso, a Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (Agehab), vinculada a Secretaria de Estado de Habitação (Sehab), garantiu a construção de 1.672 novas unidades habitacionais nos 79 municípios do Estado.

Entre as unidades inauguradas estão casas urbanas, rurais e indígenas, destinadas a famílias com diferentes níveis de renda. Só em Três Lagoas foram entregues 1.432 apartamentos do Residencial Orestinho I, II e III – considerado a maior entrega do ano. Todos os empreendimentos foram construídos através da parceria entre os governos Estadual, Federal e Municipal.
Das 1.672 moradias contratadas pelo Governo do Estado em 2016, por meio da Sehab, 737 unidades são do Programa Minha Casa Minha Vida – Entidades, 515 são casas rurais do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR) e 422 residências são do Programa Habitacional Financiado e Subsidiado do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Programa FGTS - O programa Habitacional Financiado e Subsidiado com recursos do FGTS do Programa Carta de Crédito Associativo, idealizado pelo Governo do Estado em parceria com o Governo Federal e municípios, concretizou neste ano o sonho de 422 famílias sul-mato-grossenses.

O programa visa atender famílias com renda familiar de R$ 1,3 mil a R$ 3.520,00 e que tenham interesse e capacidade de financiar a sua moradia em até 30% da renda. As mesmas não podem ter restrições cadastrais.

Projeto Lote Urbanizado - Mais um projeto idealizado pelo Governo do Estado em 2016, o Lote Urbanizado foi pensado pelo governador Reinaldo Azambuja, que sancionou a Lei nº 4.888, de 20 de julho de 2016, que institui os “Projetos Lote Urbanizado, Aquisição, Autoconstrução, Reforma e Ampliação de Unidade Habitacional para População de Baixa Renda de Mato Grosso do Sul”.

Realizado em parceria com municípios, a Agehab será responsável por subsidiar a construção da fundação de uma residência até o contrapiso, fossa séptica e o sumidouro – a primeira fase da construção, com um prazo de seis meses para a implantação. O município doará o terreno com as matrículas individualizadas e licença ambiental, arruamento, infraestrutura básica (água e energia), iluminação pública e fiscalização técnica da obra. Já o pretendente (morador) será responsável pelo material de construção civil e a mão de obra.

O projeto, que já foi apresentado para os municípios, teve a adesão de 22 prefeituras até o momento e deve ser implantado em 2017.

Veja Também
Médicos são notificados sobre liminar que suspende greve
Na Expo Beauty, beleza masculina está em destaque
Ação levará serviços à população de rua da Capital
Em Dourados, mutuários podem parcelar dívidas em até 10 vezes
Auditoria do TCE-MS encontra obras paralisadas em escolas
Justiça manda prefeitura interromper erosão no Sóter
Esquadrilha da Fumaça se apresenta em Bonito no dia 1º de agosto
Segunda, 26 de Junho de 2017 - 12h25Temer sanciona lei que permite descontos para compras feitas em dinheiro Lei que regulamenta a diferenciação de preços tem como origem a Medida Provisória (MP) 764/2016
Segunda, 26 de Junho de 2017 - 12h03Cheques devolvidos é menor em MS Em maio percentual de devoluções foi de 2,15%, aponta Serasa Experian
Segunda, 26 de Junho de 2017 - 11h33CCR MSVia segue com pare-e-siga na BR-163/MS Em caso de chuva as obras serão interrompidas
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento